RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
Bandeira do Rio Grande hasteada na chaminé de 92 metros do Shopping Total em Porto Alegre. Foto: Divulgação Shopping Total.

sábado, 3 de setembro de 2022


E OS ÍNDIOS?  


Óleo sobre tela de: Marciano Schmitz

Nos dias atuais, principalmente nesta época de setembro, vozes se agigantam (eu sou uma delas), com muita justiça, em defesa dos negros traídos na Revolução Farroupilha. Os Lanceiros Negros Contemporâneos e outras entidades afrodescendentes buscam seus direitos de, no mínimo, serem reconhecidos na história. Como dissemos, nada mais justo. 

Mas pelos índios que também lutaram ao lado dos republicanos, quem erguerá a voz? 

Os indígenas que aqui viviam antes de nós foram covardemente massacrados pelos exércitos luso-espanhóis na guerra guaranítica. Num dia 07 de fevereiro do ano de 1756 sucumbia as margens da Sanga da Bica, o grande guerreiro guarani Sepé Tiaraju. Naqueles campos da antiga localidade chamada Batovi, hoje município de São Gabriel, ficou enterrada (e esquecida) muito da nossa história. 

Hoje os índios, descendentes daqueles que pelearam na revolução, vivem mendigando nos beireais das rodovias gaúchas e não tem uma organização qualquer (não me falem em Funai) que se disponha a reivindicar seus direitos. 

Mas sigamos adiante reverenciando merecidamente alguns ídolos mas esquecendo de outros tantos.