RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
Retratista: Desconhecido - Retratado: Marco Aurélio Angeli (Zoreia)

EMPEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

FOTO DO LEITOR



Devido as inúmeras postagens diárias, faz algum tempo que não publicamos mais o quadro "Foto do Leitor", o que retornamos hoje com este belo flagrante colhido pelo amigo, poeta e escritor (e nas horas vagas, fotógrafo) Caine Teixeira Garcia.


2º ALDEIA DA CANÇÃO COMEÇA HOJE


O festival Aldeia da Canção Gaúcha vai ocorrer  nos dias 27 e 28 de Novembro no Parque Municipal de Eventos Ireno Michel, na RS 118 KM 7, em Gravataí/RS, a partir das 20h.

Nomes consagrados vão estar no palco defendendo os trabalhos classificados na triagem. São doze músicas selecionadas pela comissão avaliadora, composta por Samuca do Acordeon, Erlon Péricles e Osmar Carvalho. 

Além dos concorrentes, o festival conta com espetáculos especiais com artistas e grupos conceituados. São eles, Walther Morais & Grupo Criado em Galpão, Os Mateadores, João Luiz Corrêa & Grupo Campeirismo e Joca Martins. Toda a programação é gratuita.

1.     Três ramal e alecrim (Letra e música: Volmir Coelho | Intérprete: Robson Garcia)
2.     Conhecimento (Letra: Everton Michels e Romulo Chaves | Música: Piero Ereno | Intérprete: Arthur Mattos)
3.     Na outra ponta do laço (Letra: Paulo Ricardo Costa | Música: José Claro | Intérprete: Zézinho e Grupo Floreio)
4.     Décima do Pilcha Véia (Letra: Leonardo Borges, Diego Muller e Filipi Corso | Música: Zumlar Benitez | Intérprete: Joca Martins)
5.     Quando a saudade faz querência (Letra e música: Felipe Barreto | Intérprete: Raineri Spohr)
6.     Milonga Faceira (Letra: Rômulo Chaves | Música: Felipe Barreto | Intérprete: Cristiano Quevedo)
7.     Na volta do fogo (Letra: João Stimamílio Santos | Música: João Stimamílio e André Gonçalves | Intérprete: Flávio Hansen)
8.     Chega de Solidão (Letra: Genésio Simão Perânio | Música: Alberto Costa Caetano | Intérprete: a confirmar)
9.     As Coplas da Alma (Letra: Giovani Gonzales | Música: Régis França dos Reis | Intérprete: Robson Garcia)
10.  Batimento (Letra: Cauê Machado | Música: Zé Renato Daudt e Andrigo Xavier | Intérpretes:  Rainéri Sphor, Aninha Pires e Vitor Amorim) 
11.  Meio Canto (Letra: Rafael Ferreira e Fábio Maciel | Música: Kiko Goulart)
12.  Por um acaso da trança (Letra: Rafael Ferreira | Música: Cristian Camargo)

O festival oferece a seguinte premiação:
1º Lugar: Troféu + R$ 3.000,00
2º Lugar: Troféu + R$ 2.000,00
3º Lugar: Troféu + R$ 1.000,00
Melhor intérprete: Troféu + R$ 500,00
Melhor Instrumentista: Troféu + R$ 500,00
Melhor Letra: Troféu + R$ 500,00
Melhor Melodia: Troféu + R$ 500,00
Canção Mais Popular (Escolhida pelo público): Troféu + R$ 500,00


"OH DE CASA" LANÇA MAIS RECENTE CD



O conjunto Oh de Casa estará lançando neste dia 29, sábado, em Alvorada, seu 8º CD. É um trabalho que já escutei pois tenho duas letras musicadas por este grande grupo. Posso afirmar que é um dos melhores discos deste conjunto que vem se notabilizando pela qualidade musical. O evento que está sendo por demais esperado acontecerá na forma de um Jantar Baile, somente com convites antecipados, na Sede Campestre do CLUBE UNIÃO (Rua Primavera, 334 - Parada 53 - Alvorada - RS - Ponto de Referência: Paróquia Santo Antonio) com estacionamento no local. 

Mais informações: (51) 3442 2640 / 9973 2749


OPINIÕES DOS LEITORES




Como era de se esperar a postagem de ontem acompanhada do vídeo veio junto a inúmeras manifestações, muitas delas passionais, deixando de lado a questão em si que é a busca pelo aperfeiçoamento, não dos concorrentes, mas dos envolvidos na organização. 

Admiramos a disposição do MTG em promover um evento deste porte e sabemos das dificuldades enfrentadas pois são diversas categorias envolvendo milhares de participantes e, com certeza, alguns erros ocorrerão, todos eles sem a intencionalidade de quem organiza. Contudo, nem por isso devemos nos omitir dos comentários. 

Sendo assim, postamos o que nos enviou o leitor Dilerman Zanchet, da Rádio Planalto, de Passo Fundo e estamos abertos a demais posições civilizadas sobre o assunto.

ENART 2014 - OS ERROS SE REPETEM    

Por: Dilerman Zanchet - Rádio Planalto - Passo Fundo 

Realizado entre 14 e 16 de novembro, o Encontro de Arte e Tradição – Enart, que ocorreu no Parque da Octoberfest, em Santa Cruz do Sul, repetiu os mesmos erros das edições passadas e demonstrou que são necessárias mudanças em sua estrutura para que o tradicionalismo gaúcho não sofra uma incalculável desmotivação por parte das entidades do meio.

Com uma grande equipe de trabalho, envolvendo mais de 200 pessoas só na avaliação dos diversos concursos, individuais e coletivos, além de secretaria, coordenação e outros setores, o Enart de Santa Cruz do Sul, visto como o maior festival amador da América Latina sofre o desgaste do descrédito. Os grupos e os concorrentes individuais que conseguem chegar à Santa Cruz não encontram mais a motivação de outrora para lutar pelo título, haja vista os erros cometidos por alguns avaliadores e pela própria organização.

Atribui-se á coordenação, por exemplo, o fato de que chuleadores tiveram que fazer suas apresentações sobre tapumes de construção. Os primeiros foram beneficiados, mas a partir da sétima ou oitava dupla, o laminado começou a soltar-se, prejudicando o desempenho de muitos. Observou-se, junto aos concorrentes, o descontentamento e a indignação pelo fato, tendo em vista que trabalharam o ano todo para chegar entre os finalistas. Outro aspecto observado refere-se às danças tradicionais, concurso que conta com mais de uma dezena de avaliadores na Força A. Pois bem: Na final do domingo, o campeão do Enart 2014 apresentou, na dança Xote de Duas Damas, erros de coreografia e harmonia de forma escancaradas (um vídeo demonstra isso). Não se consegue entender é como, com tantos avaliadores, erros como estes não são levados em conta.

Pergunto: Qual entidade tradicionalista terá, por muitos anos, motivação para investir mais de 150 mil reais para o Enart, com tantas agruras? Qual entidade terá ousadia para protestar oficialmente uma decisão dos avaliadores do MTG? O que a direção do Movimento Tradicionalista Gaúcho fará diante de tais fatos apontados? Pouco se pode esperar, infelizmente.

Se pudesse, sugeriria aos responsáveis para que promovessem uma reformulação e reciclagem de muitos dos avaliadores do quadro do MTG. E que a justiça fosse feita com os outros 19 grupos da A que dançaram no domingo.



quarta-feira, 26 de novembro de 2014

O VÍDEO DA POLÊMICA


 ...DOS ERROS DO CAMPEÃO


Circula pelas redes sociais o vídeo acima detalhando alguns erros primários na apresentação da invernada vencedora do último ENART, Rancho da Saudade, de Cachoeirinha. 

Acompanha a gravação uma enxurrada de reclamações e críticas aos avaliadores por não terem descontado nenhum ponto dos citados erros (segundo aponta uma planilha do próprio vídeo).

Pessoas vinculadas a organização do evento e mesmo àqueles ligados aos vencedores, poderão dizer que tudo isto não passa de “choro de perdedor”, coisa e tal. Contudo, temos que, por questão de justiça, acrescentar o seguinte:

- Não vamos aqui analisar décimos, centésimos, milésimos, de uma planilha complicada. Apenas afirmamos que: Se não houve nenhum desconto proporcional aos erros cometidos, ocorreu, aí, uma falha grave dos avaliadores, que estavam bem posicionados, e muita coisa fica comprometida. Se, ao contrário do que todos apregoam, foram descontados pontos pelas incorreções da dança, toda esta postagem não tem sentido e... Parabéns aos campeões!  

Em tempo:

- Não somos associados, frequentadores, enfim, não mantemos vínculo ou relação com qualquer concorrente do ENART.




VEJAM QUE RIQUEZA DE POEMA


FUNDO DE INVERNADA
(de: Silvio Aymone Genro)

Vencedor do XVI PEALO DA POESIA CAMPEIRA DO ALEGRETE:

na declamação de Silvana Giovanini,
amadrinhado por Adão Quevedo 


Fundo de Invernada

Fim de caminho,
Fundo de invernada;
Lugar onde o tempo demora a passar...
Asilo do pago,
Cemitério de ossadas,
Daqueles que esperam sua hora chegar.

Onde os touros velhos
Remoem silêncios
E a solidão se esconde entre os caraguatás...
Os pássaros pousam
No lombo do gado
E até as diferenças convivem em paz.

Fundo de invernada,
Retiro esquecido,
Dos matungos velhos e sem serventia...
Onde a liberdade
É uma conquista inútil
De quem, preso às rédeas, já foi livre um dia.

Que estranho é o destino
Que leva a nós todos,
Pelo mesmo rumo que conduz ao nada...
E ao final da vida,
Bichos e gentes,
Acabam no fundo da mesma invernada.

Quando nosso mundo
Se cansa de nós
E condena todos ao mesmo abandono,
A própria esperança
Envelhece com a idade
E até da saudade não somos mais donos.

Fundo de invernada,
Rumo sem volta,
Onde os calendários negam-se a contar...
E as flores do campo
Enfeitam-se inúteis,
Pra os que já perderam o encanto do olhar.

Universo a parte,
Onde seca a poesia
E a lua no céu é uma lua, somente...
E até os por de sóis
Vão desbotando aos poucos,
Perdendo suas cores de antigamente.

Fundo de invernada,
Final de caminho,
Lugar onde cresce silêncio e capim...
Exílio daqueles
Que ficam sozinhos,
Último pouso antes do fim.



2º O GRANDE ENCONTRO


Por: Jeandro Garcia (Texto e Foto)




Neste dia 25 de novembro/14 estivemos presentes mais uma vez no “Grande Encontro”, que está na sua segunda edição. Trata-se de um show que neste ano estiveram presentes 53 artistas, onde são apresentados os grandes sucessos dos Festivais Nativistas, no auditório Araújo Viana (lotado). Com certeza um momento de muita emoção, de muitas lembranças e homenagens.

O primeiro momento de emoção foi a apresentação de Chico Alves com Wilson Paim, com “Sabe moço”, uma linda homenagem a Leopoldo Rassier, plateia emocionada e Chico Alves em prantos.

Logo após surge amparado, e com dificuldade para caminhar, Dante Ramon Ledesma, que sofreu um AVC recentemente, embora também o braço esquerdo estivesse comprometido, a sua voz estava muito bem, lágrimas correram por diversos cantos, inclusive quando ele encerrou e se emocionou agradecendo o apoio de todos. Cantou “Os Cardeais” junto de Daniel Torres... a música já é emocionante, imagine nessa circunstância.

Gilberto Monteiro tocando “Pra ti guria” simplesmente deixou a todos de queixo no chão! Uma pena serem tão poucas suas apresentações.

Joca Martins com Ita Cunha empolgou a plateia com “Pelos”, bela homenagem a José Claudio Machado. A apresentação de Juliana Spanevelo com Janaina Maia simplesmente parecia um duelo fraterno do The Voice, as duas simplesmente encantaram com uma linda música, “Sangue da terra nada Guarani”, sendo aquele momento de contemplação e gratidão por estarmos presenciando algo tão lindo, que com certeza levaremos por toda nossa vida.

Encerrado com o “Eu sou do sul” mais longo da história, e o hino rio-grandense com todos os artistas juntos no palco.


Jeândro Garcia



ATENÇÃO, POETAS!!


O prazo de inscrições de poemas para o 1º Esteio da Poesia Gaúcha encerra-se neste domingo, dia 29. Vamos participar deste novo evento poético que tem tudo para firmar-se como mais um ícone da poesia no Rio Grande do Sul. O regulamento pode ser obtido através do facebook (Esteio da Poesia).

Eu me farei presente junto com meu amigo Jairo Reis na transmissão do evento pela Rádio BandAM 640, programa Do Litoral a Fronteira.


terça-feira, 25 de novembro de 2014

É HOJE, NO ARAÚJO VIANNA!






MAS QUE TRABALHO POÉTICO!!



Agradeço ao meu amigo, poeta e compositor Paulo Ricardo Costa, um dos organizadores da primeira Tertúlia da Poesia, de Santa Maria, pela remessa do CD deste brilhante evento poético que foi coroado de sucesso. E o que fica destes encontros, além das amizades, é este documentário em forma de disco. São doze poesias bordadas de reflexões dos mais nobres poetas, declamadores e amadrinhadores deste Rio Grande de São Pedro. 

Baita regalo, meu parceiro velho, que vou escutar mateando num fim de tarde crioula... Longa vida a Tertúlia da Poesia de Santa Maria!


segunda-feira, 24 de novembro de 2014

OS IRMÃOS MACHADO NA GLOBO.



Segundo o jornalista Tulio Milman, em seu Informe Especial, página 02 de ZH de hoje, os pequenos Thomas (D), sete anos e Eduardo, 13 anos, encantaram os participantes  da vinheta de final de ano da Globo. Os Irmãos Machado foram os representantes do Rio Grande do Sul na gravação e, de quebra, deram entrevista para o Vídeo Show.

Daqui para a frente, a agenda é cheia: lançamento do segundo CD, além de participação no show dos Monarcas, em Erechim, e no Natal Luz de Novo Hamburgo.


VENCEDORES DO 3º CANTO DE LUZ DE IJUI


Lunaris da alma. Melhor trabalho poético e primeira colocada

FASE GERAL

1º lugar – troféu Canto de Luz
Lunares da alma
Letra: Bianca Bergmam
Música: Zulmar Benitez
Intérprete: Francisco Oliveira

2º lugar – troféu Demei 20 anos
Vitória
Letra: Rômulo Chaves
Música: Jean Carlo Kirchoff
Intérprete: Jean Kirchoff

3º lugar – troféu Ceriluz Além da energia
Pra toda a lida
Letra: Leonardo Borges e Paulo Fleck
Música: Raineri Spohr
Intérprete: Raineri Spohr

Melhor Intérprete – troféu Aderi Gamarra e Os Sulinos: Jean Kirchoff

Melhor Trabalho Poético – troféu professor Mário Osório Marques
Lunares da alma
Letra: Bianca Bergmam
Música: Zulmar Benitez
Intérprete: Francisco Oliveira

Obra Popular - troféu Albino Brandão
Um Canto pra Vida
Letra: Lauri Bussler
Música: Lucas Bussler
Intérpretes: Pedro Brites e Vania Diel

Melhor Instrumentista – troféu Astrogildo Andrigheto: Karai Guedes

Melhor Arranjo Instrumental – troféu Ervino Gottschefski e Os Minuanos
No tempo das sesmarias
Letra: Ivo Bairros de Brum
Música: Arison Martins e Emerson Martins
Intérpretes: Arison e Emerson Martins

Melhor Arranjo Vocal – troféu Regente Alcides Verza
Da minha mãe missioneira
Letra: João Sampaio e Odenir dos Santos
Música: Jorge Guedes
Intérprete: Claudia Guedes



IMPORTANTE EVENTO DE CHAMAMECEROS


ÀS MARGENS DO RIO IJUÍ entre CERRO LARGO E ROLADOR.


Amigo Léo Ribeiro

                 Segue a matéria "Encontro Internacional de Chamameceros", publicada no jornal O Regional (de São Borja), de 21 de novembro de 2014. É o 7º Encontro, quando estarão se apresentando artistas de 4 Países do Mercosul. Idealizado pelo grande cantor Jorge Guedes será no Clube Caça e Pesca, às margens do Rio Ijuí, entre os municípios de Cerro Largo e Rolador, de 27 a 30 de novembro. Também, em paralelo, acontecerá o 6º Manifesto, Canto e Poesia Nheçuana. O evento tem como tema: "A Alma da música latino-americana renasce às margens do Rio Ijuí.

                 Abraços

                 Israel Lopes





EDITORIAL DE DEZ. DO PRESIDENTE DO MTG



 RODEIO: OPORTUNIDADE DE CONVIVÊNCIA

               Savaris dedica seu editorial no "Eco" para falar sobre os rodeios.               

 "...Sei que os tempos mudam. Sei que os hábitos e costumes da década de 1990 não são os mesmo de hoje. Sei que o tradicionalismo gaúcho sofreu forte alteração na área artística nos últimos 20 anos. Mesmo assim, me arrisco a propor uma reflexão sobre os rodeios, a forma de realizá-los, as formas e objetivos de participação e, com tudo isso, um breve exame dos objetivos da sua realização."

Ver matéria completa em:Rogério Bastos - Notícias do Tradicionalismo Gaúcho
http://www.rogeriobastos.com.br/