RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA

COMEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

terça-feira, 1 de março de 2016

MAIS UM ANO


Num dia 01 de março, do ano de 1845, Caxias referenda o Tratado de Paz de Ponche Verde que pos fim a Guerra dos Farrapos.
 
Também num dia 01 de março, do ano de 1870, morre junto ao Riacho Aquidabã (Paraguai) Francisco Solano Lopes, ditador paraguaio; finda-se assim a guerra com o Paraguai.
 
E num dia 01 de março, do ano de 2010, nascia este periódico terrunho, ou seja, nosso blog.


Hoje, dia em que se comemora a Paz de Ponche Verde, nosso blog completa seis anos de atividades levando a milhares de leitores que nos dão a honra de seu acesso um pouco da principal formação cultural de nosso Estado. 

Modéstia a parte, temos consciência de que realizamos um trabalho razoável, com amadurecimento e responsabilidade, utilizando-se desta ferramenta tão importante que as redes sociais nos oferecem.  

Oito pontos norteiam nossa filosofia que, dia a dia, reculuta mais e mais amigos. São eles:

1 - PERIODICIDADE: São seis anos de informações diárias, ininterruptas. Não deixamos vácuo. Não tiramos férias. Não pausamos em feriados ou fim de semanas. 

2 - PRATICIDADE: O leitor não gosta quando um endereço leva a outro e este... a mais outro. Tem que botar o olho e visualizar a informação desejada.

3 - IMPARCIALIDADE: Não estamos vinculados a nenhuma entidade ou empresa. Portanto, certos ou errados, estamos livres para opinar de acordo com a nossa razão.

4 – VALORIZAÇÃO: De vultos e de fatos que ajudaram a escrever a nossa história. O presente e o futuro estão alicerçados naquilo que ocorreu através dos tempos. Temos que valorizar quem somos através da relembrança de quem fomos.  

5 - VERACIDADE das informações: Antes de qualquer postagem que possa causar alguma dúvida, buscamos a origem, a fonte. Diversas vezes já omitimos notícias relevantes por falta de confirmação de sua veracidade.

6 - DIVERSIDADE: Nosso blog não tem um seguimento específico dentro da cultura gaúcha. Atua dentro de um todo. Tudo tem vasa. Artistas, festivais, rodeios, datas, literatura, concursos, encontros, enfim, andejamos entre San Juan e Mendonça.

7 - AUTENTICIDADE: Em linguagem simples, até meio terrunha, levamos a milhares de leitores nossa forma gauchesca de ver as coisas, reta como goela de João-Grande. 

8 - CONHECIMENTO DE CAUSA: Pela idade, já batemos costado do Galpão à Casa Grande, ou seja, temos algumas experiências que vão do lirismo poético às lides campeiras.  

Continuem sempre BEM-VINDOS.