RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA

COMEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

ATÉ QUE ENFIM!


Nós que sempre criticamos o desleixo com que são tratados nossas praças e memoriais, as pichações, as depredações, o descaso cultural e o abandono do poder público, agora temos que elogiar esta belíssima iniciativa.
 
A prefeitura de Porto Alegre trabalha em várias frentes para dar andamento ao restauro de espaços importantes que aguardam por recuperação e diversos monumentos da capital vão passar por revitalizações em 2016. Praças, parques e monumentos vão ser recuperados e receber proteção antivandalismo.
 
As obras receberão aporte monetário de projetos da prefeitura e do PAC Cidades Históricas.
 
Dentre os restauros previstos estão a esperada revitalização da Ponte de Pedra, o Monumento aos Açorianos, o Largo dos Açorianos que será reurbanizado, a continuação de recuperação de obras do Parque Farroupilha, onde 12 monumentos já foram recuperados e outros 20 devem passar pelo mesmo processo.

Também nos primeiros meses do ano, devem ter início as obras de revitalização da Praça da Matriz e de seu entorno. A reforma mais longa (a previsão é de que dure 12 meses), poderá ocorrer simultaneamente à restauração do Monumento à Júlio de Castilhos, depredado por pichações.

Na Praça da Alfândega, que já passou por reformas, os artesãos terão novas estruturas para trabalhar. Até o fim de abril, 42 novas bancas devem ser instaladas no local.

Em obras há mais de 30 meses, os trabalhos no Mercado Público entrarão em uma fase importante após o incêndio que danificou parte do segundo pavimento em 2013.


Uma das obras que sempre batalhamos por sua revitalização e preservação, dentre outras voltadas para o regionalismo, é o Monumento a Júlio de Castilhos.

Como será rua restauração? Recuperação do monumento, com tratamento de peças metálicas, peças em cantaria, pavimentos, equipamentos. Restauração da parte de bronze e da parte de pedra, piso e reparos na escadaria.

Quando começa? O projeto está em análise na Procuradoria-Geral do Município (PGM). A obra deve durar oito meses.

Qual é o investimento? R$ 1,1 milhão.

De onde vem o dinheiro? PAC Cidades Históricas.

Como proteger do vandalismo? Será instalado um sistema de monitoramento com câmeras de vigilância ao redor do monumento.

Só perguntamos porque não foi inclusa nestes projetos de revitalizações a estátua de Bento Gonçalves, grande líder farroupilha, localizada na Av. João pessoa, no mesmo trajeto que ele fez ao adentrar em Porto Alegre em 1835 e dar início a maior epopeia de nosso Estado.