RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
Bandeira do Rio Grande hasteada na chaminé de 92 metros do Shopping Total em Porto Alegre. Foto: Divulgação Shopping Total.

quarta-feira, 18 de outubro de 2023

 

ANTÓNIO TARRAGÓ ROS

 completa 76 anos de idade


 

Um dos mais importantes artistas da Argentina, reconhecido em toda América do Sul e com grande destaque também na Europa, António Tarragó Rós completa 76 anos de idade com um produção artística impressionante. Possui mais de 50 discos gravados.

António é considerado um dos artistas mais criativos da música latino-americana e extremamente generoso com seus pares. Um exemplo de seu espírito de integração está na produção "Naturaleza" para a qual convidou a maioria dos artistas argentinos a participarem dos dois CDs, o que resultou numa das páginas mais bonitas da cultura musical de seu país e num exemplo de preservação ecológica e cultural, com grande destaque para a manutenção do folclore argentino. Este trabalhos estão em evidência há mais de duas décadas.

Também é reconhecido como ídolo no Rio Grande do Sul, tendo gravado com Luiz Carlos Borges, Luiz Marenco e Paulo de Freitas Mendonça, entre outros artistas nativistas do nosso pago. Seu prestígio em terras rio-grandenses tem oportunizado que o público gaúcho possa assisti-lo ao ao vivo em nossos eventos. Num dos anos que coordenei o Ronco do Bugio, tive a oportunidade de trazê-lo para um dos espetáculos em São Chico e pude conviver com ele, reconhecendo que além de um artista famoso é uma excelente pessoa, preocupada em contribuir e repassar seus conhecimentos. 

Alguns de seus discos:

Chamamé con Antonio Tarragó Ros (1971) / Sapucai (1972) / Amanecer de mi Gente (1973) / Taipero Poriahu (1975) / Estancias las Batarazas (1976) / /Grandes Éxitos de ATR (1976) / Un Camino Nuevo (1977) / De Tal Palo Tal Astilla (1979) / Chamamecero (1981) / Tarragoseando (1981) / Confluencia (1982) / Pueblero de Alla Ité (1983) / Tape en Estero (1983) / La vida y la Libertad (1984) / Sapucai II (1985) / Como el Agua Clara (1986) / Letra y Música (1987) / Sudaca (1988) / Fronteras (1989) / Antología (1989) / Argentina Secreta (1990) / Chamamé con Antonio Tarragó Ros II (1990) / Fronteras abiertas (1991) / Ñangapiri (1991) / El río Vuelve (1992) / Tape en Estereo / Only Chamamé / 20 Grandes Éxitos I (1993) / Lo Nuestro (1995) / Naturaleza I (1995) / Naturaleza II (1995) / Corazón perdido (1996) / 20 Grandes Éxitos II / El Curuzucuateño (1997) / Juntos en la chacra (1997), con Luis Landriscina / Recuerdos (1997) / Soy el Chamamé (1997) / Suite Chamamecera (1997) / De Boca Somos (1998) / Pájaros Isleros (1999) / Enamorado (2000) / La historia (2002) / Dos en Uno I (Como el agua clara, 1986/Fronteiras abertas, 1991) / Dos en Uno II (Sudaca, 1998/ Corazón perdido -Only chamamé) / Dos en Uno III (Soy el chamamé/Enamorado) / Dos en Uno IV (Naturaleza 1/Naturaleza 2) / Dos en Uno V (Operita del duende de la selva) / Dos en Uno VI (Suite chamamecera/¿Fronteras?) / Jineteando la vida (2005) / La banda pueblera (2009).