RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
Bandeira do Rio Grande hasteada na chaminé de 92 metros do Shopping Total em Porto Alegre. Foto: Divulgação Shopping Total.

segunda-feira, 17 de outubro de 2022

 

FESTIVAIS DO FIM DE SEMANA


Fonte: Blog Ronda dos Festivais / Jairo Reis


6º CANTO GALPONEIRO

(PASSO FUNDO)

 

Na noite de sábado, 15/10, aconteceu a grande final do 6º Canto Galponeiro, festival de músicas inéditas, realizado no Gran Palazzo, em Passo Fundo.

Diante da qualidade demonstrada pelas 14 canções finalistas, imaginamos que a comissão avaliadora, formada por Analise Severo, Daniel Busch, Jaime Brum Carlos, Juliano Javoski e Márcio Correia, tenha precisado analisar detalhadamente cada obra apresentada para designar os destaques do festival, cuja nominata pode ser conferida a seguir: 

 

Primeiro Lugar: Especial de Primeira

Ritmo: Rasguido Doble

Letra: Binho Pires

Melodia: Érlon Péricles

Interpretação: Pirisca Grecco

Guilherme Castilhos: Violão e Vocal

Érlon Péricles: Violão e Vocal

Ivanhoé Ferreira: Contrabaixo

Tiago Quadros: Gaita Botoneira

 

Segundo Lugar: A Força da Nossa Voz

Ritmo: Chamarra

Letra: Nenito Sarturi

Melodia: Dionathan Farias/Nilton Ferreira

Interpretação: Nenito Sarturi, Nilton Ferreira, Dionathan Farias e Miguel Marques

Dionathan Farias: Violão Base

Felipe goulart: Violão Solo

Diego Machado: Acordeon e Vocal

Xuxu Nunes: Contrabaixo e Vocal

 

Terceiro Lugar: Romancito Galponeiro

Ritmo: Valsa

Letra: Henrique Fernandes

Melodia: Felipe Goulart

Interpretação: Juliano Moreno

Felipe Goulart:  Violão e Vocal

Yuri Menezes: Violão e Vocal

Aparício Mariana: Contrabaixo e Vocal

João Paulo Deckert:  Bandoneon e Vocal

Pedro Kaltbach: Violino

 

Melhor Interprete: Joni André

Música: Quando a Lua Grande Mostra a Cara

Autores: José Mauro R. Nardes/ Francisco Carneiro Neto/ Sebastião Teixeira Corrêa/Joni André 

 

Melhor Instrumentista: Guilherme Castilhos

Instrumento: Violão

Música: Especial de Primeira

Autor: Érlon Péricles

 

Melhor Gaiteiro: Diego Machado

Música: Meu Chão

Autores: Rômulo Chaves/Nilton Ferreira

 

Melhor Letra: Meu Chão

Autor: Rômulo Chaves

 

Melhor Tema Sobre Passo Fundo: Passo Fundo, História e Canto

Ritmo: Chamamé

Letra: Francisco Rodrigues/Semilda do Prado

Melodia: Francisco Rodrigues

Interpretação: Neri Cavalheiro

Francisco Rodrigues: Gaita

Guilherme Braganholo: Violão Solo e Vocal

Felipe Pinheiro: Violão Base

Raniel Ferreira: Contrabaixo

Natalício Cavalheiro: Bombo Leguero e Vocal

 

Música Mais Popular: Um Regalo ao Bolicheiro

Ritmo: Chamarra

Letra: Henrique Fernandes

Melodia: Nicolas Leal/Luis Escobar

Interpretação: Fabiano Lengler e Nicolas Leal

Dinamar Dal Maso: Gaita

Glênio Vieira: Violão Base

Rafael Terres: Violão Solo

Luís Escobar: Contrabaixo

Marcos Kakinho Borges: Percussão

 

Colaboração: Ibaldo Pedra

 

1ª PORTEIRA DA POESIA

(VACARIA)




Primeiro Lugar: O Estranho

Autor: Matheus Costa

Declamadora: Silvana Andrade

Amadrinhador: Jean Carlo Godoy

 

Segundo Lugar: Bem Vindo

Autor: Adão Bernardes

Declamador: Romeu Weber

Amadrinhador: Fernando Graciola

 

Terceiro Lugar: Cordas e Acordes

Autor: Silvio Genro

Declamador: Paulo Severo

Amadrinhador: Jean Carlo Godoy

 

DECLAMADOR:

Primeiro Lugar:   Romeu Weber

Poema: Bem Vindo

Autor: Adão Bernardes


Segundo Lugar: Silvana Andrade

Poema: O Estranho

Autor: Matheus Costa


Terceiro Lugar: Jadir Oliveira

Poema: Do Mesmo Barro

Autor: Adão Quevedo

 

AMADRINHADOR:

Primeiro Lugar:  Jean Carlo Godoy

Poema: O Estranho

Autor: Matheus Costa

 

Segundo Lugar:  Willian Andrade

Tema, Rima e Inspiração

Autor: Ramiro Bregles

 

Terceiro Lugar: Eduardo Santos

Das Razões (Ditas e Não Ditas) de Uma Noite de Ronda

Autor: Jeferson Valente

 

25ª ESTÂNCIA DA CANÇÃO GAÚCHA

(SÃO GABRIEL)


 

Já era madrugada de segunda-feira, quando o apresentador Xiru Antunes anunciou os destaques da 25ª Estância da Canção Gaúcha, festival de músicas inéditas realizado nos dias 15 e 16 de outubro, na cidade de São Gabriel.

Após a apresentação das 13 (treze) canções finalistas, antecedendo a divulgação do resultado e a premiação, o cantor Jorge Guedes e sua Família, animou a expressiva plateia com seu excelente espetáculo de música missioneira.

A tarefa de eleger os melhores do festival coube a Comissão Avaliadora, formada por Carlos Madruga, Rodrigo Jacques e Sérgio Carvalho Pereira.

 

Confiram a premiação da 25ª Estância da Canção Gaúcha:

Primeiro Lugar: Alma de Chamame

Ritmo: Chamamé

Letra: Guilherme Collares

Melodia: Edilberto Bérgamo

Interpretação: Edilberto Bérgamo e Danner Marinho                    

Gaita Botoneira: Edilberto Bérgamo

Violão Base: Danner Marinho

Gaita Botoneira: João Vitor Nunes

Violão e Vocal: Daniel Cavalheiro

Violão e Vocal: Gabriel Jardim

Contrabaixo: Lucas Gross

 

Segundo Lugar: Pra Onde Olhava o Vigil

Ritmo: Chamarra

Letra: Lisandro Amaral

Melodia: Mauro Silva/Gabriel Jardim

Interpretação: Lisandro Amaral, Mauro Silva e Gabriel Jardim                

Gaita: Mauro Silva

Violão: Gabriel Jardim

Guitarron e Vocal: Odair Teixeira

Contrabaixo e Vocal: Lucas Gross

 

Terceiro Lugar: Ponto e Pesponto

Ritmo: Milonga

Letra: Diego Müller/Leonardo Borges

Melodia: Raineri Spohr

Interpretação: Raineri Spohr                   

Saxofone: Daniel Zanotelli

Violão: Luciano Fagundes

Violão: Matheus Alves

Contrabaixo Acústico: Carlos de Césaro

 

Melhor Poesia: Alma de Chamame

Autor: Guilherme Collares                  

 

Melhor Melodia: Ponto e Pesponto

Autor: Raineri Spohr                    

 

Melhor Instrumentista: Mauro Silva

Instrumento: Gaita

Música:  Pra Onde Olhava a Vigil   

 

Melhor Intérprete: Raineri Spohr

Música: Ponto e Pesponto         

 

Melhor Arranjo: Ponto e Pesponto

Arranjadores:  Matheus Alves/Daniel Zanotelli               

 

Melhor Indumentária: Lisandro Amaral

Música:  Pra Onde Olhava o Vigil    

 

Melhor Tema Campeiro: Pra Onde Olhava o Vigil