RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
Bandeira do Rio Grande hasteada na chaminé de 92 metros do Shopping Total em Porto Alegre. Foto: Divulgação Shopping Total.

quarta-feira, 14 de julho de 2021

O ESPONJA VOLTOU A BEBER

 


Vocês lembram do Esponja? O Esponja é aquele meu "cão de guarda" que um dia, aqui no blog, botei a venda por absoluta inoperância. Ao cabo de uma semana os tiriricas (ladrões, gatunos, amigos do alheio) entraram por quatro vezes no meu rancho e o Esponja nem latir não latiu. Ao contrario, ainda fez amizade com os graxains de duas pernas.

Para o mal dos pecados não apareceu nenhum comprador. Mas há males que vem para o bem, pois arrumei outra função para o Esponja e o cusco até que se saiu bem na missão.

Como não gosto de fazer força com as pernas (a não ser para amanhecer dançando), quando não estou enforquilhado no meu mouro velho, ando embarcado no meu Del Rey 1975, uma condução que, se não é nenhuma BMW, me leva, ao tranquito, para cima e para baixo.

Ocorre que sempre tive uma grande dificuldade como chofer. É na hora de dar a ré. Me confundo para que lado eu tenho que torcer a direção e acabo esbarrando na paleta dos outros autos.

Aí é que entra a nova utilidade que arranjei para o Esponja. Retirei um dos pisca-pisca e ele me avisava da situação. Era o meu "sensor de ré".



Mas agora com a pandemia e com o preço da gasolina beirando os sete pilas, quase não tenho tirado o Del Rey da garagem. 

Ando triste, acabrunhado, com saudade dos amigos. 

Dizem que os animais sentem a melancolia dos seus donos. Acredito nisto pois o Esponja, me vendo deste jeito, voltou a beber. 

Uma pena, mas vou ter uma prosa ao pé da orelha com ele pois o álcool não é solução para nada (a não ser para lavar as mãos) e só aumenta as mazelas da vida. 

E como diz o Barão de Itararé na postagem abaixo, "o fígado faz muito mal a bebida".