"TEU PRESTÍGIO É PROPORCIONAL A TUA CONDUTA"

Léo Ribeiro


RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA

quarta-feira, 18 de novembro de 2020

MTG E A SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA


 

Sarau e debates compõem programação do MTG alusiva à Semana da Consciência Negra

No dia 20 de novembro é comemorado o Dia da Consciência Negra e o Movimento Tradicionalista Gaúcho do Rio Grande do Sul, neste ano, desenvolverá uma programação especial. Online, as atividades acontecerão nos dias 17 e 18, nas páginas do MTG no Instagram e Facebook e canal do Eco da Tradição no YouTube.

Na terça-feira, dia 17, acontecerá debate sobre a importância de ser assinalada a presença e o protagonismo negro no tradicionalismo gaúcho. Com a coordenação de Andrio Aguiar, a live contará com a presença dos militantes Júlia Azambuja, da 21ª Região Tradicionalista; Paulo Madruga, da 26ª; e Rosangela Aquino, da 24ª. A coordenadora da 24ª RT, Luce Carmen Mayer, também participará.

Na quarta-feira, dia 18, no Instagram, com a coordenação de Alessandra Hoppen, a live contará com a participação de Éridio Silveira, apoiador da causa e autor do Projeto Educa Tchê, que tem como objetivo orientar prendas e peões sobre a cultura gaúcha, incluindo as contribuições do povo negro no Rio Grande do Sul. O início está previsto para as 19h. Ainda na quinta-feira, a partir das 20h, acontecerá sarau online, com a participação de talentos regionais gaúchos com interlocução com a cultura afro.

Sandra Veroneze | Pragmatha Business

São Paulo: 11 98878 9079

Porto Alegre: 51 99370 0619

 

Nota do Blog: A matéria acima, também publicada em seu facebook pelo jornalista Giovani Grizotti, gerou desconforto em diversos leitores que fizeram intervenções agressivas inclusive contra a iniciativa do Movimento Tradicionalista Gaúcho, demonstrando que o racismo é contundente em nossa sociedade, inclusive tradicionalista. 

Em contraponto Liliana Cardoso, premiadíssima declamadora, ativista do Movimento há décadas, Mestre de Cerimônias, Vice-Presidente do Conselho Estadual de Cultura (aonde testemunho sua sabedoria), fez a seguinte manifestação:

 

Até que enfim uma live aprofundando as questões raciais que insistem em ficar dentro de uma bolha como se o MTG não fosse a sociedade..300 anos de escravidão trazidos como bichos em porões de navios, vendidos pelos dentes ou canela e as pessoas acham que ter consciência negra é uma homenagem? Não! Consciência negra sim, porque se tivéssemos consciência humana não teríamos racismo e todos seriam iguais. Não se compara a chegada do negro no Brasil e mais precisamente as outras etnias. O negro chegou sem terras em dignidade, vendidos e acorrentados, e ainda largavam sal quando abria a pele por conta de chibatadas. As mulheres negras violentadas, seus filhos eram vendidos ao sair do ventre e essas mesmas negras eram amas de leite para os brancos. Precisamos sim ter consciência humana e memória para saber que a escravidão foi a pior ferida da humanidade e que muitos insistem em dizer que não existiu. Fazem piadas, debocham, mas ao fundo estão muito longe de pedir consciência humana senão conseguem realmente entender que o negro foi escravizado.

 

Liliana Cardoso