"TEU PRESTÍGIO É PROPORCIONAL A TUA CONDUTA"

Léo Ribeiro

FRASE DA SEMANA


A VIDA NÃO ESTÁ AMARRADA A UM LAÇO, MAS AINDA É UM PRESENTE.

Regina Brett



RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
Mate do Estribo

COMEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

sexta-feira, 22 de novembro de 2019

ESCLARECIMENTO:


Hoje pela manhã estava vendo um vídeo aonde o apresentador trata o artista convidado como pajador. Ao mesmo tempo solicita que ele (artista) faça uma pajada em homenagem ao programa. Prontamente o "pajador"  abre um caderno e recita, lendo, em Décimas Espinelas, um monte de elogios com versos, até, bem feitos.
 
Meus amigos. Isto nunca foi ou será pajada. Vejam o que diz o dicionário sobre o tema:
 
Payador ou Pajador é o repentista que canta seus versos de improviso com o acompanhamento de milonga, feito por guitarra. No sul do Brasil, o pajador canta seus versos em Décima Espinela (ABBAACCDDC) no estilo recitado e não se acompanha musicalmente como nos Países do Prata.
Notaram a palavra IMPROVISO?
Em resumo, embora em métricas e tempos diferentes o pajador nada mais é do que um trovador, ou seja, um repentista, um improvisador, que busca a resposta na hora, um escape lírico, campeiro, para qualquer situação, a pessoa que o dom de, num "repente", desarmar seu oponente. Aquele (e isto serve para ambos) que trazem escritos "na manga" jamais poderão intitular-se trovador ou pajador.
Nos dias de hoje se conta nos dedos de uma das mãos quem, realmente, é um pajador embora dezenas assim se intitulem.