RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
José Luis dos Santos - 1934 - 3º Distrito de Cruz Alta

COMEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

sábado, 3 de junho de 2017

A BELEZA DO LAGO SÃO BERNARDO


EXPOSTA EM PORTO ALEGRE

Fotógrafo de São Francisco de Paula apresenta o olhar nativo
sobre o símbolo da cidade serrana - Foto: Divulgação CCMQ
 
O Espaço Majestic da Casa de Cultura Mário Quintana (CCMQ) recebe, a partir desta sexta-feira (2), às 9h, a mostra Um Lago, uma história, do fotógrafo Silvio Kronbauer. As imagens revelam o Lago São Bernardo, símbolo da cidade serrana de São Francisco de Paula em diferentes estações do ano, com destaque para o outono, quando as águas ficam cercadas pelas folhas vermelhas da Liquidambar, árvore típica do município. A visitação é aberta ao público de terças a sextas, das 9h às 21h, e sábados, domingos e feriados, das 13h às 21h até o próximo dia 18. 
 
Natural de Itapiranga, no sudoeste catarinense, Silvio Kronbauer mora há seis em São Chico. Vizinho do lago, distante cem metros do cartão postal da cidade, passou a desenvolver um olhar apurado do local e a buscar técnicas para retratar a paisagem. O acervo já conta com cerca de mil imagens das águas e do entorno do lago. A exposição apresenta 11 fotos e apenas uma em um outro recanto da cidade, com um significado especial: 
 
“A foto é uma homenagem ao último dia em que retratei o aceno da estátua de São Chico, na praça em frente a Igreja. A imagem do santo foi destruída durante a tempestade que atingiu a cidade recentemente. É uma cena que muitas vezes me emocionou” diz o fotógrafo. 
 
A estreia do autor em Porto Alegre tem apoio do Parador Hampel, hotel fundado em 1899 e dirigido atualmente pelo chef Marcos Livi. Este ano, Silvio inaugurou em São Francisco de Paula a mostra Rubro Chico, com imagens sobre tecido  na Livraria Miragem.
 
SERVIÇO
Pauta: Mostra Um Lago, uma história, de Silvio Kronbauer
Quando: de sexta (2) a domingo 18), de terças a sextas, das 9h às 21h, e sábados, domingos e feriados, das 13h às 21h
Onde: Espaço Majestic - térreo da CCMQ (Andradas, 736).

Texto: Roberta Amaral/ Ascom CCMQ
Edição: Léa Aragón/ Secom