RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
26º RONCO DO BUGIO (1 e 2 Setembro) - PRAZO DE INSCRIÇÕES DIA 28 DE JULHO

COMEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

sábado, 27 de maio de 2017

REPONTANDO DATAS / 27 DE MAIO


José Portela Delavi, a esquerda


Num dia 27 de maio de 2011, falecia em Alvorada o compositor e trovador José Portela Delavi (esquerda da foto), aos 73 anos.

Natural de Triunfo, Delavi foi morar em Alvorada aos 17 anos, cidade da qual foi vereador de 1977 a 1989, mesma idade em que iniciou a carreira musical. Nesta época participou pela primeira vez do programa Rodeio Curinga, da Farroupilha, comandado por Darci Fagundes e por Dimas Costa, improvisando versos e falando na vida do gaúcho do campo e da cidade. Não demorou a se destacar nos desafios de trova, vencendo 25 programas seguidos.

O trovador fez parte da geração de ouro da trova do Rio Grande do Sul, ao lado do Gildo de Freitas, gato Preto, Ribeiro da Luz, Tereco, Luiz Muller, Garoto de Ouro, Francisco Vargas entre outros.

A cidade de Santa Rosa foi palco do fato que mudaria a vida do trovador. Enquanto acompanhava a apresentação de um músico cego, um rapaz tentou assaltá-lo, Delavi gritou “Para, Pedro!”. A expressão virou o maior sucesso de Delavi, feito em parceria com José Mendes (morto em 1974) e gravado em 1967.

Delavi aposentou-se como motorista depois que se tornou conhecido. Seguiu no ramo musical até ser abalado pela diabetes.