RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA

COMEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

domingo, 21 de maio de 2017

MAS QUE HOMENAGEM JUSTA, CHÊ !



Ontem esteve de aniversário uma pessoa pelo qual eu tenho o maior carinho, apreço e admiração. Falo do grande gaiteiro e amigo Alexandre Battisti. Sempre que vou a Caxias do Sul e encontro o Alexandre, mesmo em meio ao tumulto, ele, ao escutar minha voz grita com entusiasmo: - Leozinho.... Como é que estás, meu amigo? ... já abre a gaita no Gaúchos do Litoral.
 
Alexandre Battisti nunca permitiu que sua deficiência visual atrapalhasse o ser humano bondoso e alegre nem o fabuloso e autêntico artista que é. Gaiteiraço a moda antiga anima qualquer ambiente onde se apresente.
 
Pois agora, o vereador Tiago Ilha, de Farroupilha, viu seu projeto de homenagear o Alexandre aprovado na Câmara Municipal daquele município (ver matéria abaixo). Mas que iniciativa buenacha e merecida. Meus cumprimentos, vereador.
 
E parabéns, meu mano velho Alexandre Battisti. Que o Supremo Arquiteto me permita viver muito tempo para que possamos privar de tua amizade e do teu talento.    
 
Tiago Ilha aprova projeto para conceder o título honorífico de Cidadão de Farroupilha ao Músico Alexandre Battisti

O projeto de lei 035/2017 de autoria do vereador Tiago Ilha, foi aprovado por unanimidade na sessão de ontem (16/05) na câmara de vereadores de Farroupilha. A câmara, em sessão solene, irá conceder o título honorífico de Cidadão de Farroupilha ao músico Alexandre Battisti.

Filho de.
Deocir Raimundo Battisti e Zulmira Fachini Battisti, casado com Roberta, pai do Artur e da Ana Laura Battisti; o músico, natural de Barros Cassal, veio para farroupilha com apenas um mês de vida. Os pais trabalhavam na roça e vieram para a cidade em busca de novos sonhos.

Também foi o pai de Alexandre que lhe deu a primeira gaita tecla, trazida do interior. Logo após ganhou uma gaita ponto de oito baixos de sua Tia. Alexandre diz não ter lembranças de sua vida antes de estar arranhando algumas notas em suas 'cordeonas', com as quais teve o primeiro contato aos cinco anos de idade.

O músico, hoje com 42 anos, toca desde 1997 no Paiol Espaço Nativo em Caxias do Sul, dá aulas particulares de acordeom e violão e toca bailes com seu grupo, Paiol.
"Estou muito feliz e honrado por essa indicação e quero dividir essa felicidade com todos aqueles que de uma forma ou outra passaram e fizeram parte da minha vida", diz Battisti.

Representando a cidade de Farroupilha e o CTG Rancho de Gaudérios Alexandre foi bi-campeão na categoria gaita ponto mais de oito baixos do FEGART nos anos de 1990 e 1994 e campeão na categoria melhor gaiteiro de invernadas em 1991.

Foi nestas andanças e lidas tradicionalistas que o vereador Tiago Ilha teve contato com a arte do acordeonista.
"Alexandre pra mim é um exemplo de superação...alguém que fez de sua arte a própria vida... E por representar tão bem nossa cidade, é merecedor deste título", complementa Ilha.

De acordo com o Art. 1º da lei municipal nº 594, sancionada pelo prefeito João Grandene no ano de 1962, o título é conferido "à pessoas que se tenham se distinguido por sua ação em favor do município e sejam merecedoras do reconhecimento de Farroupilha".

A sessão solene para entrega da medalha e pergaminho que simbolizam o título de Cidadão de Farroupilha irá ocorrer no dia 10 de Julho a partir das 18hs na câmara de vereadores de Farroupilha.

Anderson Barros de Oliveira
Assessoria de imprensa bancada PRB
Foto: Arquivo pessoal