RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
26º RONCO DO BUGIO (1 e 2 Setembro) - PRAZO DE INSCRIÇÕES DIA 28 DE JULHO

COMEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

sábado, 25 de março de 2017

LUIZ CARLOS BORGES


UM ARTISTA COMPLETO 
 
 
No Rio Grande do Sul, na seara regionalista, se fôssemos organizar um plantel dos melhores dentro de sua especialidade em todos os tempos - músico, intérprete, compositor - seria uma briga de foice no escuro, ou seja, de muita dificuldade.
 
Qual seria o melhor gaiteiro de pianada? Adelar Bertussi, Albino Manique, Edson Dutra...?

Qual seria o melhor guitarreiro? Edison Campagna, Oscar dos Reis, Bonitinho, Antoninho Duarte, Yamandu Costa, Marcello Caminha, Lúcio Yanel...?
 
Qual o melhor intérprete? Cesar Passarinho, José Claudio Machado, Délcio Tavares...?

Qual seria o melhor melodista? Teixeirinha, Honeyde Bertussi, Luiz Marenco, Elton Saldanha....?

E assim vai.

Mas se perguntássemos qual seria artista regionalista mais completo, com certeza, não teríamos muita dificuldade em responder: - Luiz Carlos Borges  
 
Pois é sobre este grande gaiteiro, intérprete, guitarreiro e compositor Luiz Carlos Borges que desejamos falar hoje.

LUIZ CARLOS BORGES iniciou sua carreira aos sete anos de idade, no conjunto "Irmãos Borges", na região missioneira do Rio Grande do Sul, com quem gravou seus três primeiros discos. Sua carreira solo iniciou a partir do sucesso com a composição "Tropa de Osso", premiada na 9ª edição da Califórnia da Canção Nativa do RS, movimento musical que revolucionou a Música Tradicional Gaúcha na década de 70.

Borges é formado em Música e em sua trajetória profissional, já assumiu cargo como assessor de Cultura e Turismo das cidades de São Borja e Santa Maria. Em 1983 idealizou e desenvolveu o Festival Musicanto Sul-Americano de Nativismo em Santa Rosa.

No ano de 1992, lançou seu 1º CD Internacional "Gaúcho Rider", e iniciou o ano cumprindo uma agenda de 14 Shows pela Europa, em países como: Alemanha, Áustria, Itália, Eslovênia, Suíça e Polônia. Borges marcou presença também em eventos musicais de diversos países, entre eles: Festival Nacional Del Folclore em Cosquin – Córdoba – Argentina; Fiesta Nacional del Chamamé em Corrientes – Argentina; Festival Internacional de folclore – em Salt Lake City - Estados Unidos; Semana regional do Folclore em Caiena - Guiana Francesa. Em 2005, esteve em Viena, na Áustria, representando o Brasil junto a outros diversos artistas da música regional gaúcha. Em 2006 com o violonista Maurício Marques mais Renato Borghetti "Quarteto", participou do festival de música e poesia da cidade de Elko – Nevada – Estados Unidos. Em 2007 a convite da inesquecível Mercedes Sosa, participou da última tournê da cantora pela Alemanha e Israel fazendo parte também do seu último álbum, “Cantora”, com a música Misionera.

Com 50 anos de carreira e mais de 32 discos gravados, Luiz Carlos Borges é considerado embaixador cultural do Rio Grande do Sul e segue sempre investindo na renovação da música regional gaúcha. Sinônimo de sucesso. Está só começando!
 
Acesse www.luizcarlosborges.com e saiba mais sobre este grande nome da música regional gaúcha.