RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
26º RONCO DO BUGIO (1 e 2 Setembro) - PRAZO DE INSCRIÇÕES DIA 28 DE JULHO

COMEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

terça-feira, 28 de junho de 2016

FRAUDES NA LEI ROUANET


Shows e até casamento foram pagos com o dinheiro público

Foto / reprodução: ZH
 
A Polícia Federal realiza a Operação Boca Livre contra desvios da Lei Rouanet. Segundo as investigações, um grupo criminoso atuou por quase 20 anos no Ministério da Cultura contando com a leniência do órgão para a aprovação de projetos, que somaram R$ 170 milhões.
 
São cumpridos 51 mandados, sendo 14 de prisão em sete cidades nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e em Brasília. A operação conta com apoio da Controladoria Geral da União.
 
De acordo com a PF, a fraude ocorria por meio da inexecução de projetos, superfaturamento, apresentação de notas fiscais fictícias, projetos simulados e duplicados, além da promoção de contrapartidas ilícitas às incentivadoras.
 
"As investigações constataram que eventos corporativos, shows com artistas famosos em festas privadas para grandes empresas, livros institucionais e até mesmo uma festa de casamento foram custeados com recursos de natureza pública, obtidos por meio da Lei Rouanet", diz a polícia em nota.
A Lei Rouanet foi criada em 91 e permite a captação de recursos para projetos culturais por meio de incentivos fiscais para as empresas e pessoas físicas.
 
Nota do Blog: Quando postamos uma matéria aqui neste espaço que tanto fazia trocar o nome do Ministério da Cultura para Secretaria da Cultura, se não mudassem as pessoas, a "cultura da desonestidade", a prática vil da corrupção que assola este país, tudo continuaria na mesma, ou seja, seria TROCAR SEIS POR MEIA DÚZIA (titulo da postagem), recebemos diversos contrapontos. E agora?