RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
José Luis dos Santos - 1934 - 3º Distrito de Cruz Alta

COMEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

terça-feira, 3 de maio de 2016

PAULINHO PIRES - PARTE I


CARREGANDO UMA LENDA VIVA


Como já fiz referência, neste fim de semana minha esposa e eu estivemos visitando amigos em São Lourenço do Sul. Levei nesta jornada meu parceiro, músico, irmão Paulinho Pires, o grande tocador de serrote que, por sua vez, levou junto sua nova companheira (Paulinho Pires viuvou no ano passado).
 
Viajar com o Paulinho é um prazeraço porque os causos, as piadas, as terminologias que  brotam do autor do Cevador de Mates, Súplica do Rio, e outros tantos sucessos musicais, são sempre muito engraçadas, tornando a viagem mais curta. Eu tento sugar tudo o que posso. Pena não ter um gravador...  
 
Esta lenda viva do Rio Grande está com 83 anos e sua amiga, a Angelina, que ele chama amorosamente de Gê, deve ter idade parecida. Ela cuida dele com o maior esmero e regramentos pois o Paulinho Pires sempre foi um homem meio descuidado com horários. A pressa nunca foi apresentada a este grande parceiro.
 
E como todo casal novo, os dois são cheios de carinhos. E eu só negaciando pelo retrovisor...
 
Vez em quando, na folga do namoro, o Paulinho largava uma que chegava a me doer a cabeça de tanto rir.
 
Na hora em que os dois tomaram alguns dos diversos remédios diários, ali por perto do município de Cristal, o Paulinho, com sua voz pausada e mansa, me saí com esta:
 
- Pois sabes, Léo, que eu e a Gê temo igual a junta de boi carrero passando em ponte estreita. Um se firmando no outro....
 
Aí eu larguei de mão.