RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
Retratista: Desconhecido / Retratado: Delfino Rodrigues dos Santos - o Finoca

EMPEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

PARABÉNS, AMIGO JAIRO REIS!

Há 53 anos atrás, lá para as bandas de Santo Antônio da Patrulha, nascia um fraterno amigo, Jairo Reis. Conheci o Jairo quando ele ainda dançava na invernada artística do CTG Chico Borges, da cidade onde nasceu. Exímio sapateador de chula e malambo, o Jairo tinha uma estampa altiva, altaneira. Mais tarde, foi funcionário do Banco do Brasil na minha cidade, São Francisco de Paula onde estreitamos nossa amizade principalmente ali pelo Cantão, reduto de parentes deste patrulhense da gema.    
O Jairo Reis, que hoje é radialista, jornalista e produtor de eventos, batalhou, correu atrás, deu murro em ponta de faca, mas transformou-se numa das pessoas mais conhecidas no mundo tradicionalista, principalmente na seara dos festivais.
De 1997 pra cá, atuou no Jornal Painel, na Rádio Osório e no Jornal do Nativismo. Desde o ano 2000 integra o elenco de comunicadores da Rádio Rural AM 1120, emissora do Grupo RBS. Neste período apresentou os programas Do Litoral a Fronteira, Prosa de Galpão e Noite Gaúcha.
Desde 2009 apresenta na mesma Rádio Rural o programa Ronda dos Festivais, além de comandar a equipe de transmissão de festivais da emissora. Em 2011 assumiu o cargo de Executivo de Contas do Grupo RBS, ficando responsável pela Rádio Rural.
Recebeu da Apadeg, a medalha do Mérito Literário Aureliano de Figueiredo Pinto, por sua contribuição na divulgação da poesia e da arte declamatória. Recebeu também do S.C Internacional, o titulo de Cônsul Cultural Colorado.
Tem trabalhado como jurado em diversos festivais de música e de poesia e desde 1995 atua como organizador de eventos, tendo participado na produção de diversos festivais, como Moenda da Canção de Santo Antônio da Patrulha, Tafona da Canção de Osório, Canta Tchê do Alegrete, Sesmaria da Poesia Gaúcha de Osório, Garimpo da Poesia Gaúcha de Soledade,  Laçador do Canto Nativo de Porto Alegre, Ronco do Bugio de São Francisco de Paula e Canto Missioneiro de Santo Ângelo.
Amigo Jairo Reis. A ti, a "Estelinha", aos teus filho(a)s, muita paz, luz e saúde. Se me sobrar uma vasa de um compromisso que eu já tinha atado carreira, apareço no teu rancho para te dar um chinchado abraço.
Léo Ribeiro