RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
Bandeira do Rio Grande hasteada na chaminé de 92 metros do Shopping Total em Porto Alegre. Foto: Divulgação Shopping Total.

quinta-feira, 2 de setembro de 2021

O RETORNO DE BENTO GONÇALVES

 


Na tarde de 30.08.2021, uma importante obra que estava sob guarda do MARGS foi transportada para o Museu Histórico Farroupilha, em Piratini.

Nesta pintura histórica que chama atenção por suas grandes dimensões (297 x 148,5 cm), o artista Antônio Parreiras (1860-1937, Rio de Janeiro) retrata o general farroupilha Bento Gonçalves da Silva (1788-1847) a bordo de um navio, a caminho de sua prisão.

Entre 2011 e 2012, o Núcleo de Conservação e Restauro do MARGS recebeu oito obras do Museu Histórico Farroupilha, que se encontravam gravemente deterioradas em suas condições de conservação. Desde então, a equipe dedicou-se a um meticuloso trabalho, que resultou no restauro de seis dessas obras. Entre elas, inclui-se um óleo sobre tela de Antônio Parreiras, que é uma das obras mais importantes do conjunto, dado seu tremendo valor tanto histórico como artístico.

Esta obra de Antônio Parreiras teve seu processo de restauro finalizado em 2019, sendo a seguir exposta no foyer do MARGS, onde permaneceu até maio deste ano, acompanhada de um texto explicativo sobre a restauração. Nesse tempo, também integrou o roteiro das visitas mediadas no Museu.

Nas palavras do diretor-curador do MARGS, Francisco Dalcol:

“A exemplo de grandes obras que buscam encenar, dramatizar e eternizar passagens históricas e emblemáticas do Brasil imperial do século 19, a pintura de Parreiras integra um conjunto altamente significativo quanto à representação da Revolução Farroupilha por grandes pintores. Esse conjunto a que me refiro é composto também pelas pinturas ‘Alegoria, sentido e espírito da Revolução Farroupilha’ (1925), de autoria de Hélios Seelinger, e ‘Fuga de Anita Garibaldi a cavalo’ (1917-1918), de Dakir Parreiras, filho de Antonio Parreiras, duas obras que igualmente fazem parte do acervo do Museu Histórico Farroupilha, de Piratini. São todas elas obras dotadas de tremendo valor tanto histórico quanto artístico, uma vez que pontuam o caráter épico e solene da representação da temática revolucionária farroupilha na iconografia artística”.