RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
Bandeira do Rio Grande hasteada na chaminé de 92 metros do Shopping Total em Porto Alegre. Foto: Divulgação Shopping Total.

quinta-feira, 16 de setembro de 2021

CTG SERVIA DE ABATEDOURO DE CAVALOS

 

PARA POSTERIOR VENDA DA CARNE


O cavalo é a extensão das pernas do gaúcho campeiro. Ao longo dos tempos foi esse amigo e parceiro que ajudou a construir nossa história. Nos dias de hoje, nas lides de campo ou garboso num desfile de setembro, nas cavalgadas, nos rodeios crioulos, o pingo ajuda a sustentar nossa identidade.

Contudo, não é bem assim o que pensam alguns tradicionalistas. O Patrão do CTG Herança do Velho Pai, do Morro da Fumaça, Criciúma, Santa Catarina, é acusado de abate de cavalos e mulas nas dependências desta entidade, tendo como objetivo a venda para o consumo humano neste estado e também no Rio Grande do Sul. 

A operação chamada de Hefesto aprendeu nesta quinta-feira (16), cerca de 520 quilos deste produto (carne de cavalo) além de drogas, armas e dinheiro. Esta quadrilha, que envolve, também, alguns filhos do Patrão, está sendo investigada por associação ao tráfico, receptação e roubo de gado. Cinco pessoas foram presas e o Patrão é considerado foragido.

O nome da operação é em homenagem ao mitológico Deus grego do fogo, Hefesto. A referência, segundo a polícia, é aos tropeiros que traziam gado e tropas de muares e paravam no Morro da Fumaça.