RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
Bandeira do Rio Grande hasteada na chaminé de 92 metros do Shopping Total em Porto Alegre. Foto: Divulgação Shopping Total.

quinta-feira, 29 de abril de 2021

REPONTANDO DATAS / 29 DE ABRIL

 


Num dia 29 de abril, do ano de 1754, o líder guarani Sepé Tiarajú ataca o Forte de Rio Pardo, depois de ter incendiado o Forte de Cachoeira nove dia antes. 

Também num 29 de abril, mas do ano de 1976 morria na capital o grande poeta rio-grandense Guilherme Schultz Filho. 



Guilherme Schultz Filho nasceu no dia 02 de abril de 1911 na cidade de Carazinho, mais precisamente na Vila Santa Terezinha, distrito de São Bento, e morreu num dia 29 de abril de 1976, em Porto Alegre. Foi um grande poeta gauchesco, autor do clássico poema Gesta De Um Clarim. Filho de Guilherme Schultz (médico alemão, de Westphalia, e bandoleiro da Revolução de 1923) e de Ponciana Fiúza Schultz. Ele foi casado com Maria Borges de Almeida Peres Schultz e não teve filhos.

Guilherme Schultz Filho foi Secretário de Turismo do Estado, Presidente da Estância da Poesia Crioula e, por duas gestões, Presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho. O nome da biblioteca do M.T.G. leva seu nome.

Uma das poesias mais conhecidas de Guilherme se chama Pingos cujo primeira estrofe é a seguinte:

 
Em cada ronda da vida
eu tive um pingo de lei.
Montado, sou como um rei,
pelo garbo e o entono.
Cavalo pra mim é um trono:
e neste trono me criei.