"TEU PRESTÍGIO É PROPORCIONAL A TUA CONDUTA"

Léo Ribeiro

RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA

COMEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

CHASQUE MTG / ECO DA TRADIÇÃO


MTGs do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná
assinam acordo de cooperação
 

Os presidentes Nairo Callegaro, Valcírio Fernando Harger e Rogério Antônio Pankievicz, respectivamente dos MTGs do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, assinaram Acordo de Cooperação no dia 8 de janeiro. O documento surgiu a partir da constatação de que muitos tradicionalistas estão solicitando cartão de identificação em mais de um estado da Confederação e de que é inviável o controle imediato de quem está punido em uma das federações quando da utilização do cartão de identificação nos eventos.
 
Uma das medidas previstas no acordo é de que só poderá ser emitido cartão tradicionalista àquele que não possuir cartão por outra federação.
 
Outra regra estabelecida é que só poderá desfiliar-se de uma federação e filiar-se a outra o tradicionalista que encaminhar a carta de liberação original do MTG do qual foi liberado.
 
No que se refere a sanções éticas disciplinares, o acordo prevê que as sanções aplicadas em cada federação serão extensivas às demais, devendo o MTG que aplicá-la informar aos demais via correio eletrônico. Também ficou decidido que será criado um projeto piloto que contenha os dados básicos dos filiados das federações, de forma que seja facilitado o controle para emissão de cartões e punições, devendo ser editado no prazo máximo de 90 dias, cujos dados serão definidos pela comissão de unificação.
 
O Acordo também prevê que a forma de avaliação para o ingresso nos departamentos de avaliadores, narradores e juízes será unificada, sendo o processo decidido pela comissão de unificação. Quanto às obras para concursos culturais (prendas e peões), ficou estabelecido que as obras a serem utilizadas nos concursos culturais das federações serão decididas por estas através da comissão de unificação. No que se refere a obras para danças tradicionais, ficou decidido que serão utilizadas obras devidamente pesquisadas por Paixão Côrtes e Barbosa Lessa, com bibliografia a ser publicada pela comissão de unificação, e ainda o livro de Danças Tradicionais Gaúchas publicado pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho do Rio Grande do Sul.
 
A Comissão de Unificação tem como função propor procedimentos operacionais e organizacionais a serem seguidos. Cada comissão deverá apresentar suas resoluções e sugestões até o dia 22 de abril.

 
Sandra Veroneze
Assessoria de Imprensa MTG
Cel e Whatsapp: 51 99370 0619