"TEU PRESTÍGIO É PROPORCIONAL A TUA CONDUTA"

Léo Ribeiro

RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA

COMEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

domingo, 4 de novembro de 2018

OS SANTOS MÁRTIRES BRASILEIROS

 
PARTE I
 
 
 
Por: Roger Jaekel / Site Portal das Missões
 
A maioria dos Brasileiros, e mesmo muitos Padres, ignora a existência de outros três Santos Canonizados, do Brasil. Desde 1988 o Brasil tem três Santos Jesuítas, martirizados em solo do Rio Grande do Sul, há muito tempo venerados como Santos Rio-Grandenses (Gaúchos!): 

Quando conhecemos a história destes homens, é impossível não se apaixonar por eles! Sua dedicação, sacrifício contínuo em meio a tantas dificuldades, falta de tudo, fome, frio, os índios carentes de evangelização e uma outra cultura e língua, perigos por todo lado, deixam suas casas e conforto para cumprir a sua missão e finalmente o martírio! 
 
Já eram mártires antes, pela vida de caridade e abnegação que levavam. Dedicaram-se totalmente a sua missão, fazendo pulsar, germinar e nascer de uma terra avermelha influencias, que até hoje norteiam um povo que se diz nação independente de cor ou credo. Sendo estes homens pedra fundamental e humilde de um sentimento conhecido como o Espírito Missioneiro comparado ao Espírito Olímpico, cantado em hino como “Exemplo a Toda a Terra”.

Exemplo de compreensão e caridade são contagiantes: Pe. João de Castilho, enquanto já era agredido brutalmente pelos seus algozes, dizia "Filhos meus, que é isso?"
Sabia muito bem o que estava acontecendo... Os índios não tinham como entender tudo o que vinha acontecendo.
 
São Roque González de Santa Cruz,
São Afonso Rodrigues e
São João de Castilho.

São Santos do Brasil, pois isso se baseia nos mesmos critérios que são usados para todos os santos na canonização, como o vaticano usou para Santa Paulina é brasileira, ou então Pe. Anchieta, Pe. Eustáquio, etc..., todos nascidos em outros países. 

Os Três Santos Mártires do Brasil aqui trabalharam e aqui morreram. Por graças e cultura são idolatrados também no Paraguai, Argentina, Uruguai e Chile. Embora sejam Santos Missioneiros, de uma nação de várias bandeiras, são Santos “Brasucas”, que deixaram seu legado e histórico em nosso território, no garrão do Brasil. 

Sim! Então são considerados Santos Brasileiros.

Alguns pensam que esses três Santos são do Paraguai, porque o Papa João Paulo II canonizou-os em 1988, em Assunção, capital do Paraguai. Mas são santos que tiveram suas façanhas e martírio em território Brasileiro.
 
Esses nossos três Santos Jesuítas não foram apenas martirizados em solo Gaúcho, o que já seria um título de pertença ao Brasil, mas exerciam o seu apostolado aqui: são mais do Brasil, em certo sentido, que dos outros países da Região Missioneira, como Paraguai e Argentina. O povo Gaúcho sempre os chamou de "Mártires Rio-Grandenses". Embora possamos considerá-los também como Santos da Região Missioneira, incluindo nossos vizinhos, seria absurdo excluí-los do nosso país.
 
 
PARTE II
 


Os crimes que os bandeirantes fizeram em nome da tirania e riqueza do centro do país ainda têm reflexos até hoje, não dá pra entender os motivos. Santos Mártires do Brasil em Caaró formam os primeiros brasileiros canonizados pelo Papa João Paulo II em 1989, mais do que seu sacrifício, foram semeadores de um estilo de vida em comunhão que nunca se repetiu na história da humanidade, tirando o índio da era selvagem e o elevando ao primeiro mundo em cima de pilares como a Arte, Agropecuária, Alfabetização, Metalurgia e Musica e milhos de histórias ainda a ser descobertas... o pampa altivo, a Nação Missioneira hoje dividida em várias bandeiras fez tremer impérios que dominavam o mundo.

Nossos mártires fizeram mais que milagres, são o exemplo vivo ainda hoje de fé e humildade, qualidades que fizeram brotar uma raça que acredita no trabalho e faz seus maus feitores (descendentes de bandeirantes) terem suas propriedades, poder e status garantidos no centro do país. Na guerra os sulistas são os primeiros... bem mais isto é outra história. É difícil compreender que homens santos, que deram sua vida como exemplos de fé, foram estudados e pesquisados, tiveram que provar cientificamente seus milagres para serem canonizados e isso sem falar na fonte de água mineral considerada milagrosa, local de beleza natural impressionante e pouco se fala dos “Primeiros santos Brasileiros”. Quando noticiários nacionais publicam estratégias de turismo religioso para o centro norte e os mártires do pampa não tem sua história publicada...  

Santos já canonizados pela Igreja. Atualmente em número de trinta e seis:
São 
Roque González de Santa Cruz,
São 
Afonso Rodrigues 
São 
João de Castilho. (mártires do Rio Grande do Sul)
Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus (nascida na Itália)
Santo Antônio de Sant'Ana Galvão (nascido no Brasil)
São José de Anchieta, SJ (nascido na Espanha)  

Serão proclamados 15/10/2017 Santos André de Soreval, Ambrósio Francisco Ferro e 28 companheiros ( estre estes, Mártires de Cunhaú e Uruaçu), santos mártires do Brasil!

Eles se recusaram a ser convertidos à força ao calvinismo e foram barbaramente assassinados pelos invasores holandeses no Nordeste do país.