RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
José Luis dos Santos - 1934 - 3º Distrito de Cruz Alta

COMEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

domingo, 11 de dezembro de 2016

UM MOMENTO PARA TODA A VIDA



Meus amigos.

O grande folclorista Paixão Côrtes, em tom de brincadeira, quando fui convidá-lo para ser  a pessoa laureada por ocasião da 6ª Tertúlia Maçônica da Poesia Crioula, me falou: - Boca da Serra (ele me chama assim). Não gosto muito de receber homenagens porque é um sinal de que tão pensando que a gente já vai morrer em seguida.
Talvez o Paixão tenha um pouco de razão, mas prefiro pensar que as homenagens, na verdade, são um reconhecimento por algum trabalho prestado e nada melhor do que fazê-las em vida.
Pois agora que está caindo a ficha do tamanho da homenagem que recebi na sexta-feira. Jamais esperava tanta palavras e tantos gestos de carinho. Eu não imaginava que meu nome representava tanto para tantas pessoas.
Sessão específica para outorga com plenário lotado 
 
Em Sessão Solene na Câmara de Vereadores, com plenário para mais de cem pessoas completamente lotado (dezenas ficaram de pé) recebi o título de Cidadão Benemérito de São Francisco de Paula, minha querência nativa.
E não é fácil as pessoas serem reconhecidas em sua própria terra. Sempre o do alheio tem mais valor. Mas não é assim que pensam meus conterrâneos e dezenas de pessoas que se deslocaram de diversas localidades para compartilhar comigo esse momento tão sublime e importante para mim.
Agradeço a presença e as palavras do Sr. Prefeito Municipal Antônio Juarez, do novo prefeito eleito Marcos Aguzoli, ao Presidente da Câmara Legislativa Homero Costa da Silva, aos senhores vereadores especialmente ao proponente Assis Tadeu Barbosa Velho, ao representante da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, vereador Bernardino Vendruscolo, ao Venerável Mestre da Loja Maçônica Jonathas Abbot Gustavo Amoretti (que compareceram em peso pilchados á gaúcha), ao Venerável Mestre da Loja Sentinela do Sul Enio Maganeli, de Porto Alegre, aos diversos Irmãos do Piquete Fraternidade Gaúcha que chegaram de surpresa pois já haviam me dito que não poderiam comparecer, familiares, enfim, todos que lá compareceram. 
Já vivi diversos momentos de emoção em minha existência, mas este foi único. Como dizia o saudoso Nilson Monarca  "nem que o Rio Grande apodreça eu vou esquecer disto tudo"!
Para resumir centenas de manifestações e congratulações pelo ato, deixo aqui duas postagens. A primeira de um grande amigo e ativista cultural de cima da serra, o Sergio Gaudério Barbosa. A segunda, de minha filha Mariana.   
Vereadores Beto Lopes, Alexandre, Homero, prefeito Antônio Juarez,
Léo Ribeiro, vereadores Assis Tadeu, Itamar e André.
 

Cidadão honorário de S.Chico de Paula, Leo Ribeiro de Souza, em seu verso final sentenciou: - POIS NESTA VIDA O QUE IMPORTA, O QUE SE LEVA POR MORTALHA, NÃO É O QUE A GENTE JUNTA, MAS SIM O QUE A GENTE ESPALHA. 

- Este verso é a essência da vida, espalhar bondades, pois segundo Léo, bondade não envelhece: espalhar um olhar igual aos nossos semelhantes, sem diferenças, sem preconceitos: espalhar carinhos, espalhar um ombro amigo, quando alguém precisa, por desesperança, saudades, desamores; espalhar as nossas sobras para que outros abrandem suas faltas; espalhar ponchadas de amigos, para que a trança das amizades seja trançada por mais de mil tentos; espalhar um chorar junto, quando as palavras não brotam; espalhar sementes para que a vida brote e rebrote sempre. Léo, este verso valeu uma existência.
 
Nos, teus amigos serranos queremos que tu faças, o CAMINHO DE VOLTA. Tenha a certeza da nossa amizade, do nosso respeito, da nossa admiração, pelo teu talento, pela tua integridade, pelo ser humano Leo Ribeiro de Souza.
 
baita abraço.
 
Sergio Barbosa

Léo Ribeiro e Sergio Barbosa
 
Ontem foi um dos dias mais emocionantes que já vivi.

Onde meu pai (também conhecido como Léo Ribeiro), o cara mais importante da minha vida, recebeu a honraria de CIDADÃO BENEMÉRITO DE SÃO FRANCISCO DE PAULA, onde nasceu e se criou, lá nos fundões de campo das Contendas e Aratinga.

Essa comenda é oferecida aos "filhos de São Chico" que, no meio em que labutam, não esquecem suas origens. Muito me...recido a ele que, onde quer que vá, faz questão de citar suas raízes com orgulho, além de ser o primeiro a arregaçar as mangas fazendo de tudo que puder para que essa terra cresça e seja referência em todos os âmbitos.

Infelizmente cometemos o erro de, muitas vezes, referenciar as pessoas pós vida, por isso me enche o peito ver a sensibilidade da Câmara Legislativa nesse ato e reconhecimento, onde foi aprovado por unanimidade. 

Podes ter certeza, pai, que os que te cercam admiram ainda mais o ser humano Léo, do que o próprio poeta, escritor, artista. Prova disso era aquela sala cheia de amigos e familiares felizes por essa conquista. E como tu mesmo disse, Bernardino e Doralice, meus avós, aonde quer que estejam estão muito orgulhosos dos dois filhos que criaram. Assim como nós. Parabéns!
 
Mariana.

 

Miriam, Léo Ribeiro e Mariana