RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA

COMEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

domingo, 23 de outubro de 2016

ESTÁTUA DO MANO LIMA

 
HOMENAGEM EM VIDA A UM BORORIANO
EM MAÇAMBARÁ
 
Mais uma bela obra para ficar na história de um dos mais qualificados escultores gaúchos, meu amigo Vinícius Ribeiro. Agora, quem se beneficiará de seu trabalho será a comunidade de Maçambará (e todos que por lá aportarem). Eu achava que a escultura de Noel Guarany tinha sido a mais perfeita de Vinícius, mas acho que ele está se superando. 
 
Ontem estive proseando com este grande artista que, embora ainda cansado pela colocação do monumento em seu memorial, ainda encontrou tempo para relatar um pouco sobre esta magnífica iniciativa.    
 
VINÍCIUS RIBEIRO
 
Salve Leo. Foi corrida essa semana uma barbaridade. Muita chuva atrapalhou. Ontem saímos as 6:00 e voltei de madrugada 3:30 Hoje só tive tempo de arrumar as fotos e o vídeo. agora a noite arrumarei o texto. amanhã de manhã dê uma olhada. Forte abraço.
 
Estive em Maçambará e conheci o povo de lá! Em linda festa, na noite do dia 21 de outubro de 2016, inauguramos o Monumento ao cantor gauchesco, filósofo e homem campeiro chamado Mano Lima.
Descobri de onde vêm a originalidade e a força do Mano Lima: Vêm da sua gente! É fácil sentir isso caminhando por lá. Cidade limpa e povo hospitaleiro. Digo isso, porque me senti em casa...
Mano é do Bororé (2º distrito de Maçambará) e como ele mesmo me disse: " fui fecundado num banhado do Bororé! por isso gosto tanto dos banhados..."
Recebeu homenagem em vida! Dos seus conterrâneos! Coisa rara isso! Qual prova maior de gratidão?
Senti sua emoção, ao notar sua fala de agradecimento na noite do evento.
No princípio, devo confessar, ele ficou em dúvida (isso coisa de um ano atrás) se aceitaria a homenagem proposta pela cidade de Maçambará; tinha receio de ser confundido com vaidade ou exibicionismo!
Disse a ele que não seria apenas uma desfeita, mas também impedir a cidade de se beneficiar de sua imagem para fortalecer o turismo.

Paixão Côrtes recebeu bonito monumento em sua terra natal, minha querida Santana do Livramento(onde morei por muitos anos). Pelé recebeu monumento em 3 Corações...

Não é proibido homenagear pessoas vivas, a questão é saber: 1º)"quem merece?"  2º)"trará retorno para comunidade?"
Economicamente falando: uma cidade ter um símbolo vivo e não saber tirar benefícios culturais e turísticos disso é no meu ver "perda séria de divisas".
E têm a máxima de que: "se a terra natal não faz, outra cidade fará..."
Eu me senti honrado em ser o escolhido para realizar o monumento, não só pelo fato de conhecer e querer bem o homenageado, mas principalmente por ser admirador da sua arte e seu estilo autêntico de Ser!
Abaixo algumas imagens da criação até a entrega da obra.