RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
26º RONCO DO BUGIO (1 e 2 Setembro) - PRAZO DE INSCRIÇÕES DIA 28 DE JULHO

COMEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

REPONTANDO DATAS


 
 
Os Gaúchos Rio-Grandenses são os precursores do primeiro “Diário Oficial” Republicano a 178 anos!

*O POVO.
*Sabbado 1 de setembro de 1838.
*Jornal Politico, Litterario, e Ministerial da República Rio Grandense....

*Este Periódico de propriedade do Governo, Se Publica na 4. Feira e Sabbado de cada semana.

“... Para chegar da tyrania à Liberdade, he mister valer-se de medidas, incompatíveis com a Liberdade regular, e permanente... tem que preparar os ânimos dos cidadãos aos sentimentos de fraternidade, de modéstia, de igualdade e desinteressada e ardente amor da Patria.”
Piratini, Typographia Repúblicana Rio-Grandense: Anno de 1838.
Volteando datas:

 Em 1º de setembro de 1838 é publicado o 1º número de O POVO, jornal oficial da República Rio-Grandense. O Povo foi o jornal mais importante para os gaúchos durante a República Rio-Grandense, o periódico oficial dos Farrapos. Editado por Luigi Rossetti, organizado por Domingos José de Almeida que havia comprado as prensas em Montevidéu. A tipografia e redação foram inicialmente instaladas na mesma casa onde Rossetti morava com Giuseppe Garibaldi. Foi o primeiro periódico publicado depois da proclamação da República Rio-Grandense, iniciando suas funções, com sede em Piratini, de 1º de setembro de 1838 a 6 de março de 1839, depois o jornal transferiu-se para Caçapava, com a mudança da capital da República, continuando a ser editado até 22 de maio de 1840. Foi brevemente editado por Giovanni Battista Cuneo, depois da saída de Rossetti, pouco menos de um mês antes do término do jornal, já que a tipografia farrapa foi atacada por tropas imperiais e destruída.

“Não deixe que a ignorância e a preguiça em descobrir-se neste mundo destrua teus verdadeiros valores” Tche Voni.

Acervo da Biblioteca particular Tche Voni