RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
José Estivalet declamando na Tertúlia Maçônica da Poesia Crioula

COMEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

terça-feira, 9 de agosto de 2016

QUE VENHA O JUBILEU DE OURO


 
O 25º Ronco do Bugio foi um evento musical, telúrico, poético, representativo, que alcançou todos os seus objetivos, ou seja, os de preservar o único ritmo gauchesco. As dependências do CTG Rodeio Serrano, promotor e organizador do evento, estiveram superlotadas todas as noite com um público entusiasta, participativo e respeitoso. Era a comunidade serrana recebendo, como sempre faz, centenas de convidados de todas as querências. 

 
A integração, a alegria e a convivência fraterna foram a tônica desta edição que completou Jubileu de Prata.  Sem individualismos, o compartilhamento de músicas, histórias, estórias, se fizeram sempre presentes, como no encontro entre jurados e familiares, saboreando uma paeja campeira preparada pelo Adão Bueno, onde Daltro Bertussi relembrou seus velhos tempos junto com o saudoso Honeyde.   

 
Os ótimos espetáculos de Cesar Oliveira e Rogério Melo e Elton Saldanha (foto) foram magníficos, levando ao grande público uma lembrança inesquecível de um grande festival. Ontem estive proseando com meu Irmão e amigo Elton Saldanha que se mostrou entusiasmado com a organização e com a energia que vinha da plateia. Nota 11.   
 
 
Definitivamente, assim como os festivais Tafona e Cante Uma Canção em Vacaria estão integrados aos rodeios de Osório e Vacaria, o Ronco do Bugio, talvez por ser efetivado dentro de um CTG, está plenamente inserido aos bailes que acontecem logo após a apresentação dos concorrentes. Este ano dois grandes conjuntos do Estado animaram os fandangos. Os Monarcas e Os Serranos. Não precisa dizer mais nada....

 
Em relação as premiações, não opinamos pois para isto existe uma comissão avaliadora competente, técnica, que vê nas músicas participantes virtudes e defeitos que nós, por estarmos distraídos e com o espírito mais aberto, não bombeamos. Particularmente gostei da composição escolhida em primeiro lugar Tropeiros de São Chico (foto). Mas gosto é gosto, já dizia....  
 
25º Ronco do Bugio. Comissão Avaliadora, Organizadora, e seus familiares
 
O que ficou desta 25ª edição do Festival foi a prova de que uma comunidade reunida, dedicada, operativa, pode levar nosso maior evento tradicionalista de cima da serra ao seu jubileu de ouro. Parabéns ao CTG Rodeio Serrano na figura de seu Patrão Jaurez Feijó Gomes, ao Maurício Valim, a Luciane Altmayer e a todos que labutaram para que o Ronco do Bugio continue ecoando aos sete ventos do Rio Grande.