RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA

COMEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

PERGUNTAR NÃO OFENDE


Os vereadores de Porto Alegre aprovaram na tarde desta quinta-feira (25) o projeto de lei que altera o nome do Acampamento Farroupilha para Acampamento Farroupilha Nico Fagundes. Falecido em junho de 2015, o tradicionalista, cantor e compositor Antônio Augusto Fagundes, mais conhecido como Nico Fagundes, nasceu em 1934, no interior do município de Alegrete, cidade que anos mais tarde seria homenageada por ele com a canção Canto Alegretense.

A proposta é de autoria do vereador Dinho do Grêmio (DEM). O projeto segue para a sanção do prefeito José Fortunati.
 
Este ano recebi, do 35 CTG, o Troféu Antônio Augusto Fagundes
fato que muito me orgulha, mas não muda meu modo de pensar
 
Então eu pergunto:
 
- Se estamos diante de um evento que comemora a Revolução Farroupilha, o que Antônio Augusto Fagundes tem a ver com tal epopeia? Onde ficam nomes como Bento Gonçalves da Silva e Antonio de Souza Netto? O vereador Dinho sabe quem são estas pessoas? 
- Se é para nominar "in memoriam" apenas por importância cultural não haveria uma longa lista a começar por Barbosa Lessa?
- Se existe a necessidade de homenagear alguém que tenha feito algo pelo evento não seria o caso de reverenciar o poeta Luiz Menezes que, ao lado de Eraldo de Carvalho (Xiru) e Índio Sepé, estruturaram o Acampamento dentro do Parque da Harmonia? Tendo o "canhão" da RBS no costado Antônio Augusto Fagundes não poderia ter feito algo mais que gravar o Galpão Crioulo no local? 
- Entidades como MTG, IGTF, ACAMPARH, Comissão Gaúcha de Folclore e o povo que ali vivencia o gauchismo foram consultados?
- Não seria este ato de um vereador completamente alheio à nossa cultura, encampado por colegas que não estão nem aí para as nossas tradições, um oportunismo político em busca de visibilidade?
- Por que nossa briosa Câmara não luta pela criação do Museu do Gaúcho, por um Parque Temático permanente, por mais recursos para o próprio Acampamento, já que só o que temos a mostrar para os turistas são sapateadores em churrascarias?     
- Por que obscuros legisladores municipais (que até já tentaram retirar o Acampamento do Parque e levar para o Porto Seco) não preocupam-se com projetos de reais valores para  a comunidade ao invés de discutirem sobre saleiros nas mesas, cores clubísticas nas paradas de ônibus e troca de nome do Acampamento?
Respeito e admiro a obra de Antônio Augusto Fagundes mas penso que esta festividade não tem que receber denominação alguma. É Acampamento Farroupilha e pronto. Sei que vou arrumar encrencas com esta postagem, mas... é a minha opinião.