RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
26º RONCO DO BUGIO (1 e 2 Setembro) - PRAZO DE INSCRIÇÕES DIA 28 DE JULHO

COMEÇANDO A LIDA BLOGUEIRA COM:

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

A POESIA VIVE DE... POESIA


MAS TEMOS QUE PROCURAR NOS VALORIZAR

 
Há um tempo fizemos uma postagem que rendeu diversos comentários inteligentes e produtivos, aqui em nosso blog e no facebook sobre a "Falta de Iniciativa e Organização" no que refere-se, aos festivais de poesia no Estado. Mais especificamente referindo-se que diversas cidades, a um baixo custo, poderiam ter seus nomes gravados ao lado de um belo evento poético.  
 
Hoje, sem mudar o tranco da dança, apenas passando de uma vaneira para uma chamarra, ousamos dizer que a classe poética é uma das mais fraternas, utópicas e diferenciadas, do mundo cultural rio-grandense e talvez por isso 90% (ou mais) dos poetas, declamadores e amadrinhadores se façam presente nos eventos do gênero para dar seu abraço, levar seu apoio a um amigo que está concorrendo ou mesmo apoiando seu concorrente, muitas vezes tirando dinheiro do próprio bolso para ali estar.
 
Vejam bem. Vou citar dois casos específicos e recentes.
 
Ainda este ano passei dois poemas em dois festivais dos pouquíssimos e louváveis eventos poéticos que ainda se sustentam lutando só com o cabo da faca.
 
No Sinos do Verso Gaúcho, de São Leopoldo, passei com o Melhor Tema (Infância) e na Sesmaria da Poesia, de Osório, estamos classificados com o poema Quem Vem ao Mundo Pelo Chão de Areia.
 
Agora os detalhes importantes que me alicerçam aonde quero chegar.

Ajuda de custo do Sinos do Verso Gaúcho: R$ 100,00
 
Ajuda de custo da Sesmaria: R$ 800,00
 
O número de concorrentes nos dois festivais passaram de 300. 
 
Por estar envolvido e acompanhando os citados eventos posso afirmar que a nata dos declamadores, poetas e amadrinhadores participou e participará igualmente dos dois festivais, não é verdade, meu amigo Pedro Junior da Fontoura (foto)?   
 
Isto atesta minha teoria, ou seja, de que a seara que envolve a poesia é diferenciada. A Poesia vive de... Poesia.

Ao mesmo tempo, temos que buscar meios de nos valorizar e por isso saudamos a Tertúlia da Poesia de Santa Maria que recentemente lançou regulamento com ajuda de custo de R$ 1.200,00 e ótima premiação. É mais um festival que veio para ficar e marcar seu nome no calendário de eventos poéticos do Estado. Salve Santa Maria!