"TEU PRESTÍGIO É PROPORCIONAL A TUA CONDUTA"

Léo Ribeiro


RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA

domingo, 15 de maio de 2022

CAUSO: O ZEPPELIN EM PORTO ALEGRE


Zeppelin sobrevoando a Praça da Matriz
 

Naquele frio e radioso feriado de 29 de junho de 1934, dedicado a São Pedro, Porto Alegre amanheceu febril, em incomum e generalizada excitação. A todo instante conferiam-se relógios, pois às onze horas sobrevoaria a cidade o famoso Graf Zeppelin, maravilha da engenharia aeronáutica germânica. Bem cedo os donos das poucas máquinas fotográficas estavam nas ruas, dirigindo-se aos pontos mais elevados do anunciado percurso do enorme aparelho sobre a capital: Morro Ricaldone, Praça da Matriz e Teresópolis.

O dirigível ia para Buenos Aires, procedente do Rio de Janeiro, mas desviara o trajeto como propaganda nazista homenagem à grande colônia alemã do Estado.

O Dr. Isidro Heredia, excelente clínico-geral da época, atendia um colono italiano da zona do vinho. Ao colocar o termômetro no paciente, ouviu da rua surdo e potente ruído de motores, misturado com os gritos de júbilo da multidão. Pediu licença, foi lá fora e pôde admirar a majestosa passagem da aeronave, parecida com monumental charuto metálico. Ainda impressionado com o magnífico espetáculo, o médico voltou ao consultório. Terminou o exame, receitou a medicação e mandou o homem embora. Às dez da noite o italiano telefonou:

- Dotore, scusa, ma io chamei per che queria saber se já posso tirar aquele coisinha de vidro de baixo do braço...