"TEU PRESTÍGIO É PROPORCIONAL A TUA CONDUTA"

Léo Ribeiro


RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
AS CARPIDEIRAS são as mulheres pagas para chorar nos velórios de ricos. Não nutrem nenhum sentimento pelo finado. Nossas redes sociais andam assim. Uma choradeira só de pessoas que não estão "nem aí" para uma análise mais profunda dos fatos.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2023

 

GALVÃO BUENO, UM CIDADÃO DO MUNDO

APAIXONADO POR NOSSA CULTURA GAÚCHA.



 

Em suas redes sociais, o narrador Galvão Bueno derramou elogios ao Rio Grande do Sul, estado onde possui vinícolas. A postagem foi feita nesta segunda-feira (6).

"Eu aprendi, nesses anos de Rio Grande, a respeitar o que vocês têm de respeito às suas tradições, à sua história, a tudo que vocês levam nos seus corações. O gaúcho tem profundo orgulho que ser gaúcho porque sabe que é ser diferente, ele sabe que é amar sua terra, sua história, seus antepassados, sua vida. É acreditar sempre que pode ser melhor, independente da ideologia, porque a ideologia maior é o amor pelo Rio Grande", afirmou o narrador.

Nota do Blog: Sempre é bom receber este tipo de elogio aos nossos costumes principalmente de uma pessoa viajada, cidadão do mundo, conhecedor de diversas culturas. Ainda mais quando, aqui dentro do Estado, sofremos diversas restrições de “gente nossa”. 


  


segunda-feira, 6 de fevereiro de 2023

 

12º CANTO DO JACAQUÁ


Premiados no 12º Canto do Jacaquá

Aconteceu, nesse final de semana, dias 02 03 e 04 de fevereiro, no Parque es Exposição de São Francisco de Assis, o 12⁰ Canto do Jacaquá, festival de convidados, com a participação de mais de 150 musicos, poetas, compositores de 26 cidades do estado e uma cidade do Paraná.

O festival que contem duas linhas, com músicas inéditas e músicas do Tema, além de poesia.

Na sexta feira foram 23 músicas livres e 5 poesias e no sábado foram 22 músicas com o tema O VALOR DA VIDA.

Esse foi resultado final.

1º LUGAR: SETECENTAS MILONGAS

Letra: Francisco Lima, Gilson Parodes e Alex Brandone

Melodia: Eduardo Bras e Halber Lopes

Intérpretes: Eduardo Bras e Julio Pereira

 

2º LUGAR: A (RE)VOLTA DA DOR

Letra: Pedro Junior da Fontoura

Melodia: Arison Martins

Intérprete: Arison Martins

 

3º LUGAR: O VALOR DA VIDA

Letra: Jorge Nicola Prado

Melodia: Rogerio Knorst e Grupo Passarada

Intérpretes: Rogerio Knorst e Grupo Passarada

 

MELHOR LETRA: QUEM É CAPAZ DE JULGAR

Letra: Luciano Rosalino

Melodia: Talisson Salcedo

Intérprete: Talisson Salcedo e Luciano Rosalino (Recitado)

 

MELHOR MELODIA: O MELHOR QUE POSSO TER

Letra: João Argenir dos Santos

Melodia: João Argenir dos Santos

Intérprete: João Argenir dos Santos

 

MÚSICA MAIS POPULAR: O VALOR DA DÍVIDA

Letra: Grupo Canto Sul

Melodia: Grupo Canto Sul

Intérpretes: Grupo Canto Sul e Parceria

 

MELHOR INTÉRPRETE: Emerson Martins

 

MÚSICA TEMA LIVRE INÉDITAS

1º LUGAR: O JARDINEIRO DAS VIOLETAS

Letra: Piero Ereno

Melodia: Arison Martins

Intérpretes: Miguel Marques e Arison Martins

 

2º LUGAR: ÍNDIOS E ESTAÇÕES

Letra: Luiz Fernando Gastaldo

Melodia: Emerson Martins

Intérprete: Emerson Martins

 

3º LUGAR: CASA MATERNA

Letra: Julio Cezar Moreira Lopes

Melodia: Valdir Santana

Intérprete: Julio Cezar Moreira Lopes


POESIA

1º LUGAR: DEGOLADO

Compositor: Jorge Claudemir Soares

Intérprete: Jorge Claudemir Soares

Amadrinhador: Solon Zacarias

 

2º LUGAR: CAMPEANDO VALORES PERDIDOS

Compositor: Helio Vanderlã Leal

Intérprete: Helio Vanderlã Leal

 

3º LUGAR: DECLAMADOR

Compositor: Alex Rodrigo Brondani

Intérprete: Francisco Miguel Scaramussa

 

Obrigado a todos que lá estiveram e puderam compartilhar conosco esses três dias de muita paz, musica e poesia boa e claro além de uma bóia de fundamento, a presença de tantos amigos.

Muchas gracias

Paulo Ricardo Costa

 


 

TESTE SUA PERSONALIDADE 


Vamos supor que você é um vate e manda seus versos para um festival poético. O trabalho passa na triagem e a lista das poesias classificadas é publicada nas redes sociais do citado festival.   

Você (poeta) já tinha enviado o mesmo poema para um outro festival de maior renome mas que só foi fazer a sua seleção tempos após, há poucos dias de acontecer o primeiro evento.  

Então você retira, de última hora, o seu poema já divulgado deixando toda a organização na mão, dando preferência ao acontecimento poético de maior visibilidade sendo que os valores de ajuda de custo são idênticos. 

Que nome se dá a isso? 




   

domingo, 5 de fevereiro de 2023

 

NÃO DEIXE O VELHO ENTRAR



Um dia o ator cinematográfico Clint Eastwood estava jogando golfe com seu colega cantor e compositor de músicas country Toby Keith. Clint disse a ele que na segunda-feira seguinte, ele faria 88 anos (agora tem 92). Toby perguntou o que ele iria fazer e Clint respondeu que começaria a gravar um filme na semana seguinte.  Surpreso, Keith perguntou qual era sua motivação e Clint respondeu que todas as manhãs, quando ele se levantava, ele não deixava "o velho entrar".  Toby Keith ficou tão impressionado com a resposta que escreveu uma música sobre isso e a enviou para Clint, esperando que ele a usasse e ele o fez. 


NÃO DEIXE O VELHO ENTRAR 

 

Não deixe o velho entrar,

ele está batendo em minha porta

e eu sabia toda a minha vida

que um dia isso iria acontecer.

Levante-se e vá lá fora,

e não deixe o velho entrar.

Muitas luas eu vivi

meu corpo está cansado.

Pergunte a si mesmo como seria

se não soubesse o dia em que nasceu...

Tente amar sua esposa

e fique perto de seus amigos.

Brinde a cada por do sol

e não deixe o velho entrar.

Quando o moço montar em seu cavalo

não sinta o vento frio e amargo,

olhe pela janela e sorria

e não deixe o velho entrar.


Nota do Blog: Sabemos que os compositores norte-americanos não costumam rimar em suas letras mas a mensagem que Toby Keith nos passa em sua composição, fruto da resposta de Clint Eastwood, é de que não devemos deixar que o espírito da velhice, a acomodação, a falta de vontade de viver, se apodere de nosso corpo.  

Neste sentido, caros leitores, não vamos deixar o velho entrar. 

Um bom domingo a todos. 


  

sábado, 4 de fevereiro de 2023

 

A REPRESENTATIVIDADE


Carlos Montefusco 

Como diria meu saudoso amigo Nilson Gonçalves, o Monarca, lá da São Chico de Paula, “uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa”. 

Explicamos:

Quando você anda solito no mundo, os seus atos são de sua responsabilidade. Contudo, quando você representa uma entidade, usa um brasão no bolso da camisa, a sua atitude passa a ser vista como a de um membro daquela associação que pode muito bem ser um CTG, um piquete, um departamento, uma Região Tradicionalista, um grupo de cavalgada, um conjunto musical...

Em suma o seu comportamento compromete (ou orgulha) o coletivo.

Uma coisa é você ser um borracho, um falastrão, um inconveniente, de forma independente. O ônus de ser chato é exclusivamente seu. Entretanto no momento em que o indivíduo segue uma bandeira, deve fazer o máximo para não envergonhá-la.

Por tudo isso pense bem na sua forma de agir, de falar, quando estiver ostentando algum símbolo ou fazendo parte de alguma comissão pois sua conduta pode comprometer anos e anos de trabalho de gente abnegada.

Tenha em mente que a “marca” não é sua. Você faz parte dela.  



sexta-feira, 3 de fevereiro de 2023

 

POVOS FORMADORES DO RIO GRANDE DO SUL 



 

O Primeiro grupo são os BIRIVAS: assim chamados os paulistas, paranaenses, mineiros ou riograndenses descendentes destes. Geralmente tropeiros ou bandeirantes, andavam em mulas, com longas botas russilhonas, chapéus de abas largas e um poncho azul de baeta vermelha.

Em São Paulo esse tipo cultural era denominado "caepyra".

Eles chegaram nessa região a partir de 1680 e 1715 com a fundação de Sacramento e Laguna para comerciar couro e conduzir gados para os Portugueses.

Vindo a se estabelecer na região, principalmente no norte riograndense a partir da abertura do Caminho de Viamão entre 1720-1735.

Logo a seguir temos os GAÚCHOS: o mais famoso e conhecido povo riograndense. É grupo étnico de muitas influências que acabou por possuir um caráter singular. Com origens nas missões jesuíticas, nasce no meio dos conflitos e da influência de Portugal e Espanha. tomando rumo próprio, e que com o tempo sofreu inúmeras outras influências, principalmente com os portugueses açorianos, os birivas, platinos-espanhóis e os indígenas pampeanos.

Vagueando entre Rio Grande do Sul, Uruguai e Argentina. Esse tipo cultural começou a ser conhecido como gaúcho primitivo a partir de 1750.

No terceiro grupo temos os AÇORITAS: ou Açorianos, são portugueses chegados principalmente a partir de 1752, para povoar todo o território atual Riograndense, com o Tratado de Madrid, foram convencidos a se estabelecer na região através de Sesmarias, foram importante estancieiros, charqueadores e políticos.

Se estabelecendo na região principalmente para afastar os espanhóis do território português. Os Açorianos se espalharam por todo o Rio Grande do Sul, mas foi na região costeira que deixou suas marcas culturais mais profundas.



 

CARRETA 

Nos versos de Jayme e de Ruivo




Carreta, carro de bois 
de sentido universal,
no pampa meridional 
tem épica relevância,
foi ela que, na distância, 
da planura abarbarada,
abriu a primeira estrada
ligando à cidade à estância. 

Carreta de duas juntas
de três, de quatro, ou de mais,
nos descampados natais
o seu vulto impressionante,
mesmo que um rancho ambulante,
rasgando sulcos no pasto,
levou Progresso de arrasto
até os rincões mais distantes.

E o Juca Ruivo nos canta:
Carreta! És igual a mim
que também já chego ao fim,
gaudério, sempre a cruzar.
Alma velha em corpo gasto
da vida pelos rincões
vou cruzando sem um rastro
carregado de ilusões.

Jayme Caetano Braun / Juca Ruivo

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2023

 

VISITA INESPERADA 

Gravura: Rodolfo Ramos 




 

A (R)EVOLUÇÃO DO SER HUMANO 






 

REPONTANDO DATAS - 02 DE FEVEREIRO 


Num dia 02 de fevereiro, do ano de 1893 Gumercindo Saraiva, líder Maragato, invade o Rio Grande através de Aceguá e toma a cidade de Bagé. Principiava a Revolução Federalista.  

 
Gumercindo Saraiva é o terceiro sentado
da esquerda para a direita


quarta-feira, 1 de fevereiro de 2023

 

MUSEU JÚLIO DE CASTILHOS 

REABRE AO PÚBLICO



Abriu ontem, terça-feira, dia 31, pela enésima vez em face das dificuldades com que sobrevive, o Museu Júlio de Castilhos, que funciona no mesmo local onde residiu um dos políticos mais influentes do Estado. Júlio Prates de Castilhos comandou duas vezes o Rio Grande e liderou os Ximangos na Revolução Federalista ainda colocando em seu lugar, seu afilhado Borges de Medeiros. O castilhismo positivista inspirado nas ideias do filósofo francês Augusto Comte se impôs por quatro décadas como principal corrente política do Estado.

Viveu neste casarão na rua Duque de Caxias, na capital, pertinho do Palácio Piratini, desde o momento em que deixou o governo, em 1898, até o dia em que o ar lhe faltou em 24 de outubro de 1903.

Até nas vésperas de sua morte ocasionada por um câncer na garganta e uma traqueostomia mal sucedida, teve algumas “tiradas” engraçadas.

O jornal A Federação – órgão oficial do Partido Republicano Rio-grandense (que o tratava por chefe) - dois dias após sua morte fez a seguinte matéria:

“O estado do enfermo era penosíssimo. Ainda em crise asfixiante, aspirando o ar de balões de oxigênio, encaminhou-se por seus próprios pés, para a mesa de operação.

Exhortado a coragem pelo dr. Walau, respondeu:

- Não preciso de coragem. É de ar que preciso.

Ao deitar-se na mesa operatória, exclamou:

- Chlorofornio! Chlorofornio!

E não falou mais."

 


 


terça-feira, 31 de janeiro de 2023


Adão Bueno declama de Rodrigo Borges Bueno
A Verdade Através de Sinais
- IV Tertúlia Maçônica da Poesia Crioula - 


 

 

ATENÇÃO 

POETAS, DECLAMADORES, AMADRINHADORES

e amantes da poesia  




O Grupo Tradicionalista e Piquete Fraternidade Gaúcha, braço cultural da Maçonaria do Grande Oriente do Rio Grande do Sul, comunica que o festival poético TERTÚLIA MAÇÔNICA DA POESIA CRIOULA, após algum tempo ausente em função da pandemia, estará retornando presencialmente no mês de outubro deste ano de 2023.  Em seguida sairá o regulamento do evento. 

Mas já preparem seus versos que a festa vai ser graúda pois no mesmo mês estaremos comemorando os 130 anos da criação do GORGS, que foi fundado em meio a Revolução Federalista de 1893.
      

Encerramento da VII edição da Tertúlia Maçônica da Poesia Crioula 



segunda-feira, 30 de janeiro de 2023

  

DIA DO PAJADOR GAÚCHO 


O dia 30 de janeiro é considerado dos mais pródigos para a arte poética do Rio Grande do Sul. Neste dia, no ano de 1903, nascia em São Borja aquele que é considerado "O Príncipe dos Poetas" gaúchos, ou seja Vargas Neto, Patrono da Estância da Poesia Crioula.

No mesmo dia, no ano de 1924, nascia onde hoje é o município de São Luiz Gonzaga, Jayme Caetano Braun, considerado o maior pajador do Estado e, por esse motivo, foi instituído o "Dia do Pajador Gaúcho" conforme a Lei abaixo.   


Assembléia Legislativa do Estado do 
Rio Grande do Sul  
Sistema LEGIS - Texto da Norma LEI:   11.676  
           LEI Nº 11.676, DE 16 DE OUTUBRO DE 2001.
           Dispõe sobre a instituição do 
"Dia do Pajador Gaúcho". 

           O GOVERNADOR DO ESTADO DO 
RIO GRANDE DO SUL. 
           Faço saber, em cumprimento ao disposto no artigo 82, inciso IV, da Constituição do Estado, que a Assembléia Legislativa aprovou e eu sanciono e promulgo a Lei seguinte:
           Art. 1º - Fica instituído o "Dia do Pajador Gaúcho", que será comemorado no Estado do Rio Grande do Sul no dia 30 de janeiro, data de nascimento do poeta e pajador gaúcho Jaime Caetano Braun.
           Art. 2º - O "Dia do Pajador Gaúcho" deverá fazer parte do calendário de eventos culturais do Estado.
           Art. 3º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. 
           Art. 4º - Revogam-se as disposições em contrário. 
           PALÁCIO PIRATINI, em Porto Alegre, 16 de outubro de 2001.

           Olívio Dutra - Governador



Falar sobre Jayme Caetano Braun é missão difícil devido a importância que este vate (que já foi Presidente da Estância da Poesia Crioula) retrata para a nossa cultura terrunha. Por isso, nada melhor do que uma pessoa que dedica larga parte de seu tempo para pesquisar e divulgar sobre o grande poeta missioneiro. Falo de Vinicius Ribeiro, meu amigo e grande escultor, autor de diversas obras artísticas perpetuadas em monumentos, de Don Jayme.
 
Acessem o link abaixo e saibam tudo sobre este que foi e sempre será um dos maiores artistas rio-grandenses de todos os tempos.  

http://viniciusribeiroescultor.blogspot.com.br/…/breve-hist…

Estátua de Jayme Caetano Braun, na praça de mesmo nome, em São Luiz Gonzaga
obra do escultor Vinícius Ribeiro

 


domingo, 29 de janeiro de 2023


PALETA ATLÂNTIDA É PARA OS FRACOS... 


Foto: Léo Ribeiro

...quero ver é ficar o dia inteiro “apinchando” bochas, emborcando um tinto seco, batendo um carteado, jogando a mora...

Atenção Livro dos Recordes: Também temos um concurso. Aquele que fica mais tempo na SAS (Sociedade Amigos da Sanga) sem que a Nona venha buscar.  


 

"PALETA ATLÂNTIDA" 

NÃO ENTRA PARA O LIVRO DOS  RECORDES


Anselmo Cunha / Agência RBS

O Paleta Atlântida não alcançou a marca de maior churrasco do mundo, segundo as regras do Guinness World. Apesar de reunir cerca de 1,6 mil churrasqueiros, o evento não entrará para o livro dos recordes neste ano.

O anúncio foi às 16h30min deste sábado (28), no palco principal do evento, quando foi confirmada a desclassificação de 175 assadores. Conforme critérios de avaliação, o número de pessoas desconsideradas não pode ultrapassar 10% do total.

— É um número muito alto e, a nível mundial, toda a tentativa fica desclassificada —  explica a avaliadora do Guinness, a colombiana Natália Ramirez.

Para concorrer na disputa, era necessário ter espaços com entrada e saída definidos, com acesso organizado. A organização escolheu um desses espaços, chamado de "bolsão", com 1,6 mil churrasqueiros e indicou para análise da especialista. A atitude de uma parcela dos assadores, identificados por pulseiras, definiu o resultado final.

— Notamos que alguns abandonaram a área, não participaram efetivamente do churrasco nos cinco minutos, soltaram o espeto, levantaram e saíram — exemplifica a examinadora.

A contagem leva em conta o total de pessoas preparando o churrasco simultaneamente, durante cinco minutos. Ainda que não oficializado, Natália admite que o número, sem levar em conta esses critérios, é superior ao de 914 pessoas assando carne simultaneamente no Canadá, registrado em setembro de 2022:

— Não quer dizer que não superaram o número, porque realmente tinha um número muito superior. Mas por motivos técnicos mesmo, não conseguimos fazer a titulação.

Se desconsiderada a organização em bolsões, foram distribuídas 4,5 mil pulseiras. Felipe Melnick, idealizador do encontro, defende que o número precisa ser levado em conta. 

— Não foi o maior churrasco do Guinness, mas o maior churrasco já visto — comemorou.

Melnick disse que, em 2024, a meta será novamente buscada.

— Tivemos vários méritos, mas também falhas a serem corrigidas. Tivemos ainda furtos dos cabos dos geradores e de parte da estrutura, o que também nos atrapalhou — complementa.

Apesar de não levar o título oficialmente, os fogos de artifício foram executados. O prefeito da cidade, Celso Bassani, e o vice-governador do RS, Gabriel Souza, participaram do Paleta Atlântida.

O auge da movimentação foi, como não poderia ser diferente, no horário do almoço. Em certos momentos, ficou difícil caminhar entre as barracas dos veranistas e os palcos da churrascada, mas a animação dos participantes era maior que o ligeiro desconforto da lotação.



sábado, 28 de janeiro de 2023




 

 

COMEÇA HOJE O "PALETA ATLÂNTIDA"

evento que poderá ser o maior churrasco do mundo


Fabrício Svirosk / ART iMAGEM 


Tudo começou com um churrasco familiar, motivado pelo desafio de escolher a melhor paleta de ovelha feita à beira-mar. Desde o dia 1º de janeiro de 2017, o Paleta Atlântida vem crescendo ano após ano e, em 2023 não seria diferente. Neste ano, o evento irá dobrar de tamanho, contando com dois quilômetros de estrutura distribuída na areia, e buscará o título inédito e oficial de maior churrasco do mundo em número de assadores simultâneos, registrado pelo Guinness World Records. A 6ª edição ocorre neste sábado, das 9h às 17h, na Praia de Atlântida.

Entre as atrações, é claro, o grande destaque são os assados. Com a presença de 60 celebridades nacionais e internacional do churrasco, serão servidas mais de 15 toneladas de carne em sistema de open food, das 12h às 17h. Entre os destaques presentes no evento estão, Marcelo Bolinha, Marcos Livi, Enrique Puentes e Carolina Heckmann. Os churrasqueiros apresentarão diversas possibilidades de assados com os mais variados tipos de carne.

O evento, que iniciou como uma diversão entre amigos, ainda quer se consolidar como a maior competição de churrasco do mundo. O Paleta contará com uma categoria profissional nos moldes internacionais, que será avaliada por 30 juízes profissionais de oito países (vinculados à WBQA - World Barbecue Association; Confederação Pan-Americana de Assadores e Parrilleiros e Aliança de Churrasco da África), julgando às cegas as paletas preparadas por equipes profissionais de diversos países, como Chile, Argentina, Bolívia, Paraguai e Gana.

Por falar em competição, a já conhecida “Melhor Paleta de Cordeiro” não ficará de fora, afinal, é ela que dá nome ao evento. Será dividida em duas categorias: Raiz (temperada apenas com sal) e Gourmet (onde a criatividade é incentivada).

Haverá 14 paradores de marcas parceiras, com experiências para o público - inclusive um do Destemperados; áreas de confraternização; lounges e espaços kids. A programação também contará com mais de 100 espetáculos, entre amadores e profissionais, com atrações musicais, circenses, teatrais e de dança. As apresentações ocorrem em seis palcos e nos paradores espalhados pelo evento. Claus e Vanessa, Charles Master, Rafael Malenotti e Rafael Machado são alguns dos confirmados.

Além do churrasco, o evento também contará com competições de três modalidades esportivas: o tradicional campeonato de futebol de areia das celebridades, como Tinga e Dunga; o maior torneiro aberto de beach tennis com 40 quadras; e famoso campeonato de futevôlei do litoral gaúcho, o Rei da Praia.

O Paleta Atlântida é aberto ao público que quiser assistir aos assadores em ação, aos jogos e espetáculos. Os ingressos para assadores já estão esgotados, mas, quem quiser degustar e ter acesso aos serviços do evento, ainda pode adquirir pelo link gzh.rs/paletaatlantida. O ticket custa R$ 200 por pessoa e inclui open chope e open food, das 12h às 17h.

PALETA ATLÂNTIDA 2023

Dia 28 de janeiro, das 9h às 17h

Na Praia de Atlântida, em Xangri-Lá

Ingressos pelo link gzh.rs/paletaatlantida

@paletaatlantida


 

MTG NOMEIA DIRETORES E ASSESSORES


Nesta-terça-feira, 24, o presidente do MTG, Manoelito Carlos Savaris, publicou as portarias que nomeiam tradicionalistas para desempenhar as funções de diretores, assessores, secretário e tesoureiro do MTG no biênio da gestão 2023/2024.

São eles:

Assessora Jurídica Chefe: Mariane Mauss

Assessores auxiliares: Silvio Rossato, Roberto de Oliveira, Eduardo Berbacha Soares, Maurício Flores, Alina Paese Savaris, Paulo Meireles, Sthefano Marçal Jaques, Carla Thoen e Murilo Oliveira de Andrade.

 Assessoria de Imprensa: Rogério Pereira Bastos;

Assessoria de Responsabilidade Social: Everton Ismael Ferreira da Silva

Coordenadora da 40ª Região Tradicionalista: Liliane Inês Pappen Bastos

Tesoureiro Geral: Haroldoo José Teixeira

Secretária Geral: Odila Paese Savaris

Diretor de Patrimônio: Sergio Luis Maroski

CAMPEIRA

Departamento de Narradores - Diretor: Amaril Becker

 Departamento de Juízes Campeiros - Diretor: Elias Leal

 Departamento de laço - Diretor: Roberto Oliveira

- Vice-diretor: Carlos Eduardo

Departamento de rédeas e chasque - Diretor: Raul Eloir Pereira Telles

Departamento de gineteada – Diretor: Arsenio Brandli

- Vice-diretor: Telcio Porcincula

Departamento de vaca-parada - Diretor: Gilberto Artifon

- Vice-diretor: Rogério Gomes da Silva

Departamento de Bem-estar Animal - Diretor: João Furtado

ESPORTES CAMPEIROS

Departamento de Truco Cego:

 - Diretor: Samuel Moura Viegas e Vice-Diretor: Ricardo André Valmorbida

Departamento de Truco de Amostra:

 - Diretor: Marcio Oliveira Bolzan

Departamento de Solo:

 - Diretora: Alcira Isabel Techera de Cambeiro e Vice-diretora: Shirley Isabel Cambeiro Techera

Departamento de Tava:

 - Diretor: Paulo Dias de Vargas e Vice-diretor: Adão Jocemir Rodrigues Ribeiro

Departamento de TETARFE:

 - Diretor: Hildo Delfes de Lima e  Vice-diretor: Antonio Loesi de Morais

Departamento de Bocha Campeira:

 - Diretor: Roberto Demoliner e Vice-diretor: Dirceu Luiz Rirzoto

Departamento de Bocha 48:

 - Diretor: Waldoir Peixoto e Vice-diretor: Leodegar Carlos Tisher

CULTURAL

Departamento de Coordenação Cultural Interna:

 - Diretora: Delurdes Costa e  Vice-diretora: Luciane Brum

Departamento de Concursos Culturais para Prendas e Peões:

 - Diretora: Jandira Bresolin Tissot e Vice-diretora: Carla Thoen

Departamento de Formação Tradicionalista e Aperfeiçoamento:

 - Diretora: Milena Abott

Departamento de Pesquisa e Difusão Cultural:

 - Diretor: Jeandro Garcia e Vice-diretor: Olívio Guedes

Departamento de Apoio em Acervo Bibliográfico e Imagens Físicas e Virtuais:

 - Diretora: Vilma Conceição Paese e Vice-diretora: Vera Rejane

Diretor do Departamento de Apoio à Juventude Tradicionalista:

 - Diretores: Jorge Wagner Álvares Ribas e Eliane Ribas


sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

 

Galgo Peñarol: Luis Carlos Borges, César Oliveira e Rogério Mello




 

REPONTANDO DATAS /  27 DE JANEIRO 


O político e diplomata brasileiro, Oswaldo Aranha, então ministro da Fazenda, durante uma entrevista coletiva no Rio de Janeiro, em 1953. 

Foto: Arquivo Estadão 


Num dia 27 de janeiro do  ano de 1960 morria no Rio de Janeiro o alegretense Oswaldo Euclides de Souza Aranha estadista e diplomata, braço direito de Getúlio Vargas. Sob sua presidência na ONU o Estado de Israel foi criado.
 
Filho de Luísa de Freitas Vale Aranha, por quem foi alfabetizado, e do coronel da Guarda Nacional e fazendeiro Euclides Egídio de Sousa Aranha (1864-1929), dono da estância Alto Uruguai, em Itaqui (interior do Rio Grande do Sul). Passou a infância em Alegrete, cidade que seu avô teria fundado.
Cursou, no Rio de Janeiro, o Colégio Militar e a Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais, atual Faculdade Nacional de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Também estudou em Paris antes de advogar em seu estado natal e de ingressar na política.
Em 1923, quando explodiu a luta fratricida entre "chimangos" (aliados de Borges de Medeiros — presidente da província) e "maragatos" (opositores à sua quinta reeleição), chegou a pegar em armas e lutou a favor do sistema republicano de Borges de Medeiros.
Em 1925 foi intendente de Alegrete. Então, introduziu muitas modernizações, como por exemplo a excelente rede de esgotos da cidade. Com sua peculiar diplomacia, conseguiu a paz entre as famílias separadas pelos conflitos políticos de 1923.
Dois anos mais tarde foi eleito deputado federal. Em 1928 tornou-se secretário do Interior, onde dedicou grande esforço para obras educacionais.
Amigo e aliado de Getúlio Vargas, foi o grande articulador da campanha da Aliança Liberal nas eleições, agindo nos bastidores para organizar o levante armado que depôs Washington Luís e tornou realidade a Revolução de 1930.
Em vista da vitória do movimento, Osvaldo Aranha negocia com a Junta Governativa Provisória de 1930, no Rio de Janeiro, a entrega do governo a Vargas. Posteriormente, foi nomeado ministro da Justiça e, em 1931, ministro da Fazenda. Neste cargo, promoveu o levantamento de empréstimos que os estados e municípios haviam contraído no estrangeiro, no período anterior a 1930, tendo em vista a consolidação global da dívida externa brasileira.
Alijado do processo político para a escolha do interventor em Minas Gerais, Osvaldo Aranha pediu demissão do cargo em 1934. No mesmo ano, aceitou o cargo de embaixador em Washington.
Nesse período como embaixador, se impressionou com a democracia estadunidense. Atuou sempre em defesa das relações brasileiras com os Estados Unidos e se tornou amigo pessoal do presidente Franklin Delano Roosevelt. Prestigiado no cargo, foi convidado para palestras em todo o país.
Demitiu-se do cargo de embaixador por não aceitar os caminhos que o Brasil traçara com a declaração do Estado Novo, em 1937. Em março de 1938 foi convencido por seu amigo Vargas a assumir o ministério das Relações Exteriores e, no cargo, lutou contra elementos germanófilos dentro do Estado Novo, em busca de maior aproximação com os Estados Unidos, no conturbado período que antecedeu a Segunda Guerra Mundial. Sob sua direção, o Itamaraty passou por grandes reformas administrativas.