RETRATO DA SEMANA

RETRATO DA SEMANA
Identidade Visual dos Festejos Farroupilha 2024 / Cintia Matte Ruschel

quarta-feira, 2 de março de 2022

A ORIGEM DA QUARTA-FEIRA DE CINZAS

 


A quarta-feira de cinzas é o primeiro dia da Quaresma no calendário cristão ocidental. As cinzas que os cristãos católicos recebem neste dia é um símbolo para a reflexão sobre o dever da conversão, da mudança de vida, recordando a passageira, transitória, efêmera fragilidade da vida humana, sujeita à morte.
 
Ela ocorre quarenta dias antes da Páscoa sem contar os domingos (que não são incluídos na Quaresma) ou quarenta e seis dias contando os domingos. Seu posicionamento varia a cada ano, dependendo da data da Páscoa. A data pode variar do começo de fevereiro até à segunda semana de março.
 
Alguns cristãos tratam a quarta-feira de cinzas como um dia para se lembrar da própria mortalidade. Tradicionalmente, missas são realizadas nesse dia, nas quais os participantes são abençoados com cinzas pelo padre que preside à cerimônia. O sacerdote marca a testa de cada celebrante com cinzas, ficando uma marca que o cristão normalmente deixa até o pôr do sol, antes de lavá-la. Esse simbolismo relembra a antiga tradição do Médio Oriente de jogar cinzas sobre a cabeça como sinal de arrependimento perante Deus (como relatado diversas vezes na Bíblia).
 
No Catolicismo Romano, a quarta-feira de cinzas é um dia de jejum e abstinência. Como é o primeiro dia da Quaresma, ele ocorre um dia após o carnaval. A Igreja Ortodoxa não observa a quarta-feira de cinzas, começando a quaresma já na segunda-feira anterior a ela.